Você está em:    Home      Notícias      Dia a Dia Salesiano      Direito do UniSALESIANO supera em 3 vezes a média nacional de aprovação no Exame da OAB

Direito do UniSALESIANO supera em 3 vezes a média nacional de aprovação no Exame da OAB

1 de outubro de 2019

O curso de Direito do UniSALESIANO teve 61,53% de índice de aprovação no Exame da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), enquanto a média nacional é de 22%. Dos 39 acadêmicos do 10º termo do curso que prestaram a 2ª fase da prova, no dia 18 de agosto, 24 foram aprovados.

O resultado foi também mais alto do que a média regional, que é de 52% de aprovação.

“O nosso curso amadureceu e o conteúdo leva muito em conta o Exame da Ordem e as exigências do MEC (Ministério da Educação). A prática é bem intensa e todos nossos docentes possuem mestrado”, disse o coordenador do curso de Direito, Profº Helton Simoncelli.

Ele afirmou que os alunos do UniSALESIANO têm a oportunidade de vivenciar o trabalho por meio dos estágios nos Fóruns da região, além de visitas em Tribunais de Justiça. “Somos a única faculdade do interior de São Paulo a ser convidada a promover um júri simulado no Tribunal de Justiça de São Paulo. “Já foi feito um e a próxima viagem acontece agora, nos dias 3 e 4 de outubro”, explicou.

De acordo com o coordenador, os acadêmicos podem prestar o Exame da Ordem a partir do 9º semestre do curso de Direito. “Para obter a carteira da OAB e exercer a advocacia, obrigatoriamente, o formando tem que passar no Exame, que funciona como uma espécie de ‘peneira’, já que temos mais de duas mil faculdades de Direito no Brasil”, disse.

Para o advogado e professor universitário, Maurício Salviano, que é gestor do Damásio Educacional Araçatuba, a média de aprovação do UniSALESIANO no Exame da Ordem é expressiva.

“Contra números, não há discussão. A evolução – em aprovação – dos alunos é cada vez maior, confirmando a tendência de uma Instituição que tem nota 5 atribuída pelo órgão regulador, que é o MEC.  Agora, nada disso seria possível se não fosse a qualidade dos professores do curso de Direito, aliado à tenacidade e dedicação dos discentes”, parabenizou.

O Damásio Educacional Araçatuba, que tem excelência na preparação para a prova da OAB há mais de uma década, é parceiro do UniSALESIANO há seis anos, promovendo simulados e descontos aos alunos.

O Reitor do UniSALESIANO, Pe. Luigi Favero, disse estar feliz com o resultado. “Anos atrás, não foi assim. Quer dizer que o curso está crescendo em qualidade. E os alunos, aqueles que se formaram também, entenderam a importância de preparar-se para esse Exame da OAB”, afirmou. “Parabéns para todos e vamos continuar, não deixemos a ‘peteca cair’”.

Aprovados comemoram excelente resultado do UniSALESIANO no Exame da Ordem

Alunos se dizem contentes pelo fato de conquistarem a aprovação antes mesmo de obter o diploma

O clima é de comemoração entre os alunos do curso de Direito do UniSALESIANO, aprovados na 2ª fase do Exame da Ordem.

Alguns deles já atuam na área antes mesmo de obter o diploma, como as acadêmicas Júlia Fernandes Dias Barbara e Bruna de Oliveira Cracco, estagiárias no 1º Ofício Criminal da Comarca de Birigui e na Vara do Trabalho de Birigui, respectivamente.

Júlia afirma que, desde o início do curso no UniSALESIANO, os alunos são orientados a iniciar as práticas de estágio a fim de se familiarizar com o meio jurídico. “Sendo assim, comecei a buscar oportunidades de estágio até começar a estagiar no gabinete da 1ª Vara Criminal do Fórum Estadual da Comarca de Birigui, com a supervisão e orientação do M.M Juiz de Direito Adriano Pinto de Oliveira, magistrado que passei a admirar por tamanha educação e coerência”, afirmou. A aluna diz ser grata também por trabalhar com autênticos profissionais e verdadeiros professores.

CIEE

Já a aluna Bruna de Oliveira Cracco conseguiu uma vaga na Vara do Trabalho de Birigui por meio de um concurso para estágio realizado pelo CIEE (Centro de Integração Escola Empresa). “Realizar o estágio na Vara é maravilhoso, os servidores são incríveis e sempre me ensinam tudo o que preciso para realizar as atividades. A juíza titular da Vara é a Dra. Elen Zoraide Modolo Juca, e é uma pessoa maravilhosa, que sempre está disposta a me ajudar”, ressaltou.

Por sua vez, a juíza destacou que Bruna vem exercendo as tarefas com zelo e dedicação, sem ter apresentado dificuldades no aprendizado e na assimilação dos serviços. “Sobretudo, demonstrou familiaridade com o ambiente do Processo Judicial Eletrônico da Justiça do Trabalho – Pje-JT”, completou.

Doutora Elen completa que o estágio é de suma importância à unidade porque auxilia na agilização da tramitação de vários processos, em função do volume e escassez de servidores do quadro. Atualmente, Bruna auxilia a equipe da liquidação de sentença, analisando cálculos, realizando atualizações de créditos, expedindo certidões, alvarás, guias de retirada e outras tarefas rotineiras do setor.

BASE

Em relação ao trabalho de Júlia, o juiz Adriano Pinto de Oliveira afirma que a aluna sempre demonstrou facilidade na absorção das orientações que lhe eram passadas, com grande interesse nas questões de direito penal e processo penal que surgiam durante o manuseio dos processos criminais. “A estagiária Júlia apresenta base acadêmica suficiente para exercer as atividades jurídicas, após o término da faculdade, que ocorrerá no final deste ano”, completou.

O magistrado ressaltou ser de extrema importância o aprendizado absorvido durante o estágio, contribuindo, sobremaneira, para a formação do aluno e sua preparação para aprovação no Exame da Ordem. “No caso da estagiária Júlia, antes mesmo de se formar e ainda durante o estágio, obteve aprovação no Exame da OAB, o que foi motivo de orgulho entre os colegas de trabalho”, concluiu.

Confira abaixo a entrevista com alguns dos aprovados:

Júlia Fernandes Dias Barbara, 22 anos, estagiária no 1º Ofício Criminal da Comarca de Birigui.

– Por que decidiu cursar Direito?

Decidi cursar Direito porque esse ramo se dedica às pessoas, tendo como uma das suas maiores grandezas o poder de transformar a realidade de alguém.

– Como é estudar Direito no UniSALESIANO?

É excelente. Como aluna, posso dizer que a tradição da faculdade é um dos seus diferenciais, aliás, eu diria que é ela que mantém o reconhecimento e a diplomação, a cada ano, de excelentes profissionais.

– Em relação à prova da OAB, foi a primeira vez que realizou? O que achou?

Desde o início do curso, todo estudante de Direito almeja prestar a famosa prova da OAB. A ansiedade e a pressão são fatores que nos assolam, ainda mais quando tomamos conhecimento de que a oportunidade da aprovação “bate” na porta do 9º termo. Comigo não foi diferente, a cada semestre que passava, a oportunidade se aproximava e o medo aumentava, mas hoje, após passar pelo processo de exame, posso dizer que a complexidade da prova se assemelha a avaliações regimentares da faculdade, que, sorrateiramente, nos prepara para enfrentá-la, pois, no momento do certame, pude perceber que a forma de abordagem e o grau de dificuldade foram iguais aqueles que encontrei em sala de aula.

– Quais os motivos te levaram a ser aprovado(a) na prova da OAB?

Um dos motivos cruciais para a minha aprovação no Exame de Ordem foi a preparação que recebi dos mestres que me acompanharam ao longo do curso. Foram eles que desmistificaram a temida prova da OAB e me incentivaram a prestá-la. Hoje, cursando o 10º termo de Direito e aprovada no XXIX Exame de Ordem, sinto no carinho que recebo de cada um deles, a felicidade e o orgulho em ver, tanto eu, quanto os demais alunos, nos tornando colegas de profissão. Também foi muito importante todo o apoio e o carinho dos nossos familiares e dos nossos amigos, assim como o suporte dos programas de incentivo que a faculdade nos proporciona. Além do mais, está sendo gratificante e estimulante receber o reconhecimento por todo o nosso trabalho e esforço.

Bruna de Oliveira Cracco, 22 anos, estagiária na Vara do Trabalho de Birigui

 

 

 

– Por que decidiu cursar Direito?

Sempre tive o sonho de estudar Direito, pois sempre fui apaixonada por profissões ligadas ao curso.

– Como é estudar Direito no UniSALESIANO?

É maravilhoso. A faculdade tem uma estrutura incrível, os professores são muito capacitados, além de serem muito humanos, sempre nos atendem quando temos dúvidas, mesmo que seja fora do horário de aula estão sempre dispostos a nos ajudar. Por isso, estou completamente satisfeita por ter escolhido o UniSALESIANO para estudar.

– Em relação à prova da OAB, foi a primeira vez que realizou? O que achou?

Foi a primeira vez que participei. A segunda fase da prova para um pouco mais tranquila, pois como faço estágio na área e me identifico muito com a matéria, o estudo acabou se tornando muito mais fácil, conseguindo assim o êxito na prova.

– Quais motivos te levaram a ser aprovado(a) na prova da OAB?

O esforço e a dedicação aos estudos, além do grande incentivo e apoio dos professores do UniSALESIANO, que sempre se prontificaram a me ajudar na busca da aprovação, esclarecendo todas as minhas dúvidas.

Kleiton Henrique Santana Rodrigues, 24 anos

– Por que decidiu cursar Direito?

Gosto muito de ler, de entender filosofias, entender o comportamento da sociedade como um todo. E, também, sempre tive o sonho de advogar.

– Como é estudar Direito no UniSALESIANO?

Muito bom. Um Centro Universitário de qualidade, tanto estrutural como de ensino. Professores qualificados e matérias práticas que preparam muito bem os alunos para a demanda do mercado e exames, como o de Ordem.

Em relação à prova da OAB, foi a primeira vez que realizou? O que achou?

Sim, o XXVIII Exame de Ordem foi a primeira prova da OAB que realizei. Achei uma prova que cobra bastante o conteúdo; mas em nenhum momento ela foi uma prova impossível. Apesar da grande cobrança que ela demonstrou, todo conteúdo já havia sido abordado tanto na faculdade como nos cursos preparatórios que fiz. Para quem se preparou adequadamente, estava uma prova, digamos, tranquila.

– Quais os motivos te levaram a ser aprovado(a) na prova da OAB?

Ter estudado no melhor Centro Universitário do Estado, obviamente, e ter me preparado para ela desde quando iniciei o curso. Me dediquei aos estudos direcionados ao exame em todas as férias, revisando aquilo que havida sido dado em todo o semestre na faculdade. Por fim, quando estava me preparando para a segunda fase, fiz o cursinho do Damásio. Chegava em minha casa por volta das 00h30 e assistia todas as aulas daquele dia. Estava dormindo em torno de 2h30 por noite, às vezes, até menos. Aos finais de semana, e sempre que tinha um tempo na empresa em que trabalho (ou em qualquer outro lugar), fazia peças e questões de provas anteriores. Creio que respondi mais de 300 questões ao todo. Fiz um treinamento intensivo também com a OAB Penal Simulados, que me enviou um total de 11 peças da matéria que escolhi para segunda fase e as corrigiam minunciosamente, apontando quais eram nossos maiores erros e dificuldades. O que me possibilitou de ser aprovado com média 9.75 foi a grande quantidade de treinamento que fiz.

Além disso, os professores de Direito Penal, Direito Processual Penal e Prática Penal do UniSALESIANO são maravilhosos. Digo, com toda certeza: melhores não há. As aulas de Prática penal na faculdade foi o divisor de águas para que eu pudesse entender como funcionava a peça-prático profissional das provas do Exame da Ordem. Fiz o cursinho para aperfeiçoar, até porque havia aprendido a fazê-las na faculdade. Tenho muito a agradecer a Prof. Valéria Cristina de Oliveira (Prática Penal), pois seus ensinamentos foram essenciais para esta aprovação.

Viviane dos Santos Tavares Taveira, 21 anos

– Por que decidiu cursar Direito?

Tudo começou com aquela pergunta feita para as crianças: “O que você quer ser quando crescer?”. Eu sempre respondia: advogada! Desde então, o sonho de cursar Direito nunca se apagou em mim, sempre foi a minha primeira e única opção.

– Como é estudar Direito no UniSALESIANO?

O UniSALESIANO é referência no interior paulista, uma instituição sempre preocupada em oferecer o melhor para o acadêmico. Aqui, encontrei uma excelente infraestrutura, professores renomados e extremamente qualificados e, no curso de Direito, o destaque vai para o Núcleo de Prática Jurídica (NPCJ), no qual temos a oportunidade de praticar todo o conteúdo teórico aprendido. Isso, com certeza, fez toda a diferença para minha formação acadêmica. Hoje, com os resultados alcançados, só confirmo a tese que fiz a melhor escolha.

– Em relação à prova da OAB, foi a primeira vez que realizou? O que achou?

Logo no 9º termo eu me inscrevi para fazer a primeira prova do ano, sabendo que corria o risco de não ser aprovada, mas eu queria sentir a emoção desse exame, conhecer realmente de fato as dificuldades exigidas e me capacitar ainda mais. Foi um período de muito estudo e disciplina, até que fui aprovada na primeira fase do XXIX Exame de Ordem com sucesso.

Na segunda fase, tínhamos pouco tempo e a dedicação foi redobrada. Na hora da prova, para a minha surpresa, tive muita facilidade, tendo em vista que a peça que foi cobrada tinha sido aplicada algumas semanas antes em sala de aula, pelo nosso professor de Prática Trabalhista, o que me ajudou muito na realização. Sendo assim, obtive êxito com um excelente resultado, nota final 9.40 em direito do trabalho e foi a melhor sensação!

Quais motivos te levaram a ser aprovado(a) na prova da OAB?

Acredito que foi um conjunto de fatores e escolhas, entre eles, a minha dedicação diária aos estudos, abdicando por um tempo de vida social em prol desse sonho, a minha família, amigos e namorado, que sempre me apoiaram (o apoio das pessoas que a gente ama nessa fase da faculdade é essencial) e, o principal deles, ter uma ótima base na faculdade. O UniSALESIANO nos prepara, desde o primeiro ano do curso, com todas as matérias que caem no exame da OAB.

Monique Bueno
Jornalista

Comments

comments

Comente!

Contato

  • +55 67 3312 6400
  • Rua Pe João Crippa, 1437
  • CEP 79002-390 - Campo Grande, MS