Você está em:    Home      CG 28      CG28: Amizade e escuta

CG28: Amizade e escuta

2 de março de 2020

D. Cesare Nosiglia – Arcebispo de Turim      Foto Giorgio Nota.

(ANS – Turim) – O arcebispo D. Cesare Nosiglia, de Turim, na homilia que dirigiu aos capitulares no sábado 29 de fevereiro, declarou: “Na comunidade são necessárias palavras simples, juntamente com experiências concretas de vida e, acima de tudo, muita amizade e escuta mútua: isso consegue ir diretamente ao coração das pessoas, mais do que qualquer outra coisa”. Amizade e escuta mútua fazem parte do ar que reina nestes primeiros dias de compromisso capitular.

“Existe uma atmosfera concentrada e intensa, uma vontade construtiva, muita compreensão para viagens e algum desconforto necessário, mas o feedback desse primeiro semestre é absolutamente positivo.” A discussão sobre o relatório do Reitor-Mor e suas respostas foram perfeitas e exemplares “, disse Pe. Saimy Ezhanikatt, secretário do capítulo e “deus ex machina” de toda a organização.

Uma organização que está operando com admirável eficiência. O trabalho em equipe é altamente coordenado: nos bastidores, onde os operadores de redes digitais que suportam todas as formas de comunicação ficam em tempo integral, para tradutores, trabalhadores da hospitalidade e momentos litúrgicos; mas, acima de tudo, o que mais importa é a atitude colaborativa dos membros do capítulo.

A cobertura básica da mídia também é excelente, com o objetivo de criar comunhão entre os participantes do GC28 em Turim-Valdocco e cada “Valdocco” local nos arredores da Congregação. Nesse caso, a mídia digital tem a capacidade de destacar o centro no mesmo nível das comunidades e obras da periferia.

“As comissões e subcomissões foram criadas em pouco tempo e imediatamente começaram a trabalhar”, continuou o padre Ezhanikatt.

As comissões são formadas por áreas linguísticas e subdivididas em subcomissões para incentivar o máximo de diálogo possível. A única comissão ligeiramente diferente é a que lida com questões legais, algumas das quais são urgentes e não fáceis de resolver.

Obviamente, há muita expectativa para a semana de 16 a 21 de março, a semana das eleições, o que pode significar muito para entender a orientação da Congregação.

Em tudo o que é feito existe aquela vontade “iluminada” pelo Papa Francisco e que o Arcebispo resume assim: “A Igreja não pode ficar satisfeita em esperar que os jovens retornem, mas deve procurá-los e encontrá-los onde estão, abrindo as portas, saindo para o mar”., desafiando a tempestade cultural e ambiental, a mídia de massa e o digital … enfim, o novo mundo em que os jovens nadam como peixes na água “.

Os frequentes momentos de oração na Basílica de Maria Auxiliadora, o “lugar do coração” de Dom Bosco e de todos os salesianos, são retirados da fonte dessa espiritualidade que aqui se originou.

 

Fotos no Flickr da ANS

Comments

comments

Comente!

Contato

  • +55 67 3312 6400
  • Rua Pe João Crippa, 1437
  • CEP 79002-390 - Campo Grande, MS