Início Ação Social Projeto de Hortas Urbanas em Três Lagoas fomenta geração de renda e...

Projeto de Hortas Urbanas em Três Lagoas fomenta geração de renda e segurança alimentar para mulheres

Parceria entre Suzano e Missão Salesiana beneficia cerca de 40 famílias, sendo 89% lideradas por mulheres

554
0
Foto: Divulgação

No intuito de promover segurança alimentar e renda, o projeto Hortas Urbanas, fruto da colaboração entre Suzano e Missão Salesiana, impulsiona mulheres em situação de vulnerabilidade em Três Lagoas.

Desde seu início em 2022, o projeto já beneficiou aproximadamente 160 pessoas, em sua maioria mulheres chefes de família, representando uma resposta eficaz às necessidades de segurança alimentar de famílias atendidas.

Cultivo efetivo e capacitação especializada

Atualmente, 26 famílias, das quais 23 são lideradas por mulheres, participam ativamente do projeto. Com suporte técnico, elas recebem orientações e cursos específicos para aprimorar métodos de cultivo, manejando as culturas e comercializando excedentes.

 “Na Suzano, nós temos um direcionador que diz que ‘Só é bom para nós  se for bom para o mundo’, e o projeto Hortas Urbanas é uma das iniciativas que mais representam esse objetivo. Ao apoiarmos a utilização de espaços para a produção de alimentos na área urbana, estamos contribuindo para a promoção da segurança alimenta das famílias, que terão alimentos saudáveis na mesa, para a geração de renda”, destaca Eduardo Ferraz, gerente Executivo da Suzano.

Metas alinhadas com sustentabilidade

O projeto integra os objetivos da Suzano, que busca retirar 200 mil pessoas da linha da pobreza até o ano de 2030. Em colaboração com a Missão Salesiana, a companhia fornece equipamentos e insumos para a implantação das hortas comunitárias.

Expansão e transformação nas vidas das participantes

Com apoio da Suzano, a área de cultivo cresceu para 50 mil metros quadrados. Sadi Silva, coordenadora da Missão Salesiana, destaca que o projeto não só oferece alimentos, mas também possibilita a comercialização, contribuindo para a renda das famílias. “Com apoio da Suzano, conseguimos alavancar o número de participantes, colocar o Hortas Urbanas para funcionar e até expandir a atuação com o tempo. A Missão Salesiana nos ajudou com o terreno e a partir daí conseguimos atender famílias em situação de vulnerabilidade a cultivar diversos tipos de alimentos. As famílias vêm até a horta para trabalhar aqui no projeto e além de conseguirem alimentos para consumo, também comercializam a produção e dividem o lucro entre os participantes”, revela.

Depoimentos que revelam transformações significativas

Ana Karen Roman Gil, mãe de duas crianças, afirma que o Hortas Urbanas transformou sua vida, proporcionando renda e bem-estar. “O projeto foi uma das melhores coisas que aconteceu, ele trouxe a minha vida de volta. Desde que passei a trabalhar nas hortas, há seis meses, passei a ter um dinheirinho para poder comprar minhas coisas, recebo minhas verduras todas as semanas e isso melhorou muito como a minha família come. Meu ânimo é outro agora, voltei a sorrir novamente”, afirma.

Geiza Ferreira Miranda também destaca a mudança na sua alimentação e no aumento da renda desde que aderiu ao projeto. “O Hortas Urbanas me ajuda a complementar a renda, que compartilho com o meu trabalho de colocar tranças e apliques no cabelo. Desde que eu comecei, o projeto mudou muito a minha vida, principalmente na parte da alimentação”, declara.

Trabalho Coletivo e Remuneração por Hora Trabalhada

O cultivo é realizado de forma coletiva, com participantes recebendo pagamento por hora trabalhada e participação nas vendas. O modelo flexível permite que todos revezem em diferentes atividades, promovendo uma distribuição equitativa das tarefas.

Ponto de venda para produtos agroecológicos

Para aqueles interessados nos produtos agroecológicos, o projeto disponibiliza dois pontos de venda: na av. Antônio Trajano, atrás da Igreja Matriz, e na Feira Central. A iniciativa não apenas proporciona alimentos saudáveis à comunidade, mas também impulsiona a autonomia financeira das mulheres envolvidas.