Você está em:    Home      Notícias      Em destaque      Reitor-mor chega a Meruri

Reitor-mor chega a Meruri

25 de abril de 2019
Published in Em destaque, Notícias

O Reitor-mor, Pe. Ángel Fernández Artime, chegou ontem (24), às 18h, na terra indígena de Meruri (MT) e foi recebido pelos Bororos com a dança “Oiego” representando a acolhida e a dança “Jure” que demonstra a felicidade do povo ao recebê-lo em suas terras. O X Sucessor de Dom Bosco, seu secretário, Pe. Horácio Lopez, e o Conselheiro Geral, Pe. Natale Vitali receberam no rosto os traços da pintura facial Bororo. 

Para o cacique de Meruri, José Mário, é uma honra acolher o X Sucessor de Dom Bosco no auge do processo de martírio do Pe. Rodolfo e Simão Bororo.

Penso que Dom Bosco vive conosco não só em terras distantes, mas aqui também na sociedade indígena. Para nós é também um sonho Dom Bosco vir para essas terras e fazer os seus filhos gerar essa semente de paz. No auge do processo de martírio do Pe. Rodolfo e Simão Bororo há uma aliança entre índio e os Salesianos, os religiosos e religiosas nesse trabalho de itinerância missionária e penso que a visita do Reitor-mor hoje à nossa aldeia para nós é motivo de muita comemoração e alegria, sentimentos que entrelaçam a vida salesiana com a nossa vida.

José Mário, Cacique Bororo.

A primeira etapa da visita à terra missionária foi encerrada com uma oração na Paróquia Sagrado Coração de Jesus com o diretor da presença salesiana de São Marcos e Meruri, Pe. Andelson de Oliveira, voluntários, lideranças indígenas, vocacionados, irmãs Lauritas e os Salesianos e Salesianas que atuam nas regiões missionárias. 

Hoje (25), às 6h30, a comitiva do Reitor-mor realizou uma oração no túmulo dos mártires Pe. Rodolfo e Simão Bororo – símbolos da luta pelos povos indígenas. Após o café da manhã, seguiram para uma visita ao Centro de Cultura Bororo, se reuniram com os jovens indígenas, celebraram missa e almoçaram com as comunidades das etnias Bororo e Xavante no pátio da aldeia.

Mais que conhecer, quero tocar a terra dos nossos mártires e viver a cultura dos povos. Pudemos visitar paróquias, escolas e ter a oportunidade de encontrar irmãs e irmãos que vivem, trabalham e dão o melhor a essas comunidades. No Vaticano somos vistos como uma congregação missionária, o carisma salesiano é o missionário, é a pastoral e a educação. Temos mais ou menos 3 mil Salesianos Missionários e na história da congregação foram mais de 14 mil até hoje. Estamos convencidos de que nós, Salesianos de Dom Bosco, com o auxilio das Filhas de Maria Auxiliadora e Irmãs Lauritas, temos que pensar nos mais pobres na periferia do mundo.

Pe. Ángel Fernández Artime, Reitor-mor


Fotos

 

Comments

comments

Departamento de Comunicação e Marketing da Missão Salesiana de Mato Grosso.
www.misssaosalesiana.org.br

Comente!

Contato

  • +55 67 3312 6400
  • Rua Pe João Crippa, 1437
  • CEP 79002-390 - Campo Grande, MS