Você está em:    Home      Notícias      Dia a Dia Salesiano      Jovem colaborador salesiano percorre o “Caminho da Fé” e postagens fazem sucesso em rede social

Jovem colaborador salesiano percorre o “Caminho da Fé” e postagens fazem sucesso em rede social

12 de janeiro de 2022

Brayan Rezende tem 27 anos e sua esposa, Gabriela Cavalcante, a mesma idade. Eles são ex-alunos salesianos, frequentam a Capela do Colégio Dom Bosco de Campo Grande, onde se casaram no final do ano passado. Como programação familiar, decidiram aproveitar as primeiras férias conjuntas de uma maneira diferente. Após a virada do ano, o jovem casal seguiu para a cidade de Águas da Prata, no interior de São Paulo, onde começa o chamado “Caminho da Fé”. O roteiro turístico e religioso passa por alguns municípios de Minas Gerais e termina no Santuário de Aparecida do Norte, novamente em São Paulo. A previsão é de 12 dias de caminhada. “O caminho de fé pode ter várias motivações, pode ser por turismo, pode ser por esporte. O meu motivo e do Brayan é obviamente religioso. Nós vamos todo ano para Aparecida, mas neste caso, nós quisemos fazer um pouquinho diferente”, afirma Gabriela em depoimento gravado nos stories do Instagram.

Nas Redes Sociais — A experiência dos jovens está relatada em um “diário” postado nos “stories” do Instagram de cada um deles, que juntos têm mais de 17 mil seguidores e cerca de 500 iterações diárias nas postagens. Tamanha repercussão ganhou mais notoriedade ao virar notícia em uma reportagem de um dos maiores veículos de mídia digital da capital sul-mato-grossense, o CGNews.

O percurso — De acordo com o Blog de Turismo “The North Face Brazil”, o Caminho da Fé é um roteiro brasileiro de 300km separando as cidades de Água da Prata (SP) e Aparecida do Norte (SP) em uma rota que mescla serras com estradas vicinais, trilhas, bosques, asfalto e, como não poderia ser diferente, uma boa dose de fé. O roteiro nacional existe oficialmente desde 2003 e foi inspirado no famoso Caminho de Santiago de Compostela, na Espanha. Nos dias que antecedem o feriado de Nossa Senhora Aparecida, em 12 de outubro, o movimento pela rota é maior. Mas, durante todo o ano, peregrinos, aventureiros e ciclistas percorrem o trajeto buscando uma maior conexão com a natureza e consigo mesmos. “Assim como ocorre no Caminho de Santiago, ao longo do Caminho da Fé os viajantes também são guiados por sinais um tanto rústicos. Na versão brasileira, foram escolhidas setas amarelas dispostas a cada dois quilômetros e que às vezes são apenas pintadas em um poste ou tronco. Ao passarem pelas pequenas cidades, os aventureiros podem conhecer diferentes culturas, interagir com as comunidades locais e vivenciarem uma imersão total com o próprio corpo e com o ambiente que o cerca”, descreve a jornalista Thaís Teisen no blog.

Atletas — A caminhada é um grande desafio físico, além da distância diária a ser cumprida, de quase 30km, eles enfrentam sol forte, chuva e outras intempéries. Em alguns dias, os primeiros passos são dados antes dos primeiros raios de sol aparecerem e a parada final só acontece após as 19h. “A maior dificuldade está sendo o cansaço físico. Embora a gente treine, faça musculação, é muito desafiador. Por ser em Minas Gerais, é muito íngreme, muita subida e descida, mas está cada vez mais gostoso, prazeroso fazer a caminhada. A gente chega cansado, deita e dorme. No seguinte, acorda renovado e disposto”, revela Brayan.

Aniversário — Na última terça-feira (11/01) eles comemoraram o terceiro mês de casados ainda na estrada. A data foi lembrada com mais imagens da caminhada rumo ao Santuário de Aparecida do Norte. A devoção mariana do jovem casal é fortalecida durante o ano todo em ambiente salesiano. Brayan é coordenador de pastoral do Colégio Salesiano Dom Bosco em Campo Grande e, como casal, ambos participam do Movimento do Cursilho da Cristandade. “As pessoas, durante o caminho, têm algumas motivações, vão buscar alguma cura, para agradecer uma graça recebida, fazer uma jornada de conhecimento interior… Eu e o Brayan não temos nenhum motivo específico a não ser agradecer pela nossa vida, pela nossa saúde, pelo ano de 2022, fortalecer a nossa fé, e está sendo uma mistura disso tudo”, respondeu Gabriela a uma pergunta de seguidores na rede social.

Curiosidades no caminho — Cada detalhe da viagem é registrado e muito apreciado pelos seguidores, desde o primeiro trecho até o município de Andradas, considerado o mais difícil, até as curiosidades encontradas pelo caminho, como na cidade de Inconfidentes (MG), chamada “cidade do crochê”. As dores também são compartilhadas, tais como as bolhas que se formaram nos pés depois de um dia de caminhada, tombos e escorregões na estrada cheia de lama e pedras, além do contato afetuoso com troca de experiências com outros peregrinos que encontram pelo caminho. “Durante o caminho a gente vai encontrando as pessoas, trocando experiências, é muito legal”, afirmou Brayan em um testemunho gravado. E os seguidores são fiéis. Um dos comentários postados escancara: “é melhor que Netflix, melhor que big brother”, afirmou um seguidor.

Oração e Fortaleza — As dificuldades físicas fortaleceram as intenções místicas para a caminhada. O testemunho no oitavo dia de caminhada é de felicidade por conseguirem participar da Santa Missa em Paraisópolis. A postagem gerou comoção entre os seguidores da rede social, que começaram a acompanhar os jovens com orações e também a pedi-las aos aventureiros de fé. “Deu outro sentimento no trajeto, porque a gente estava sendo levado pelo cansaço físico, mas tudo teve um sentido quando encontramos o propósito, está sendo mais motivador. Nós encontramos esse propósito de rezar pelas pessoas e está sendo incrível”, revelou Gabriela.

A chegada ao Santuário de Nossa Senhora Aparecida será o ponto alto da experiência e já é aguardada por todos os que acompanharam o desafio de fé. Quem quiser, pode acompanhar o final do trajeto nas Redes Sociais dos jovens.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

*imagens do arquivo pessoal de Brayan e Gabriela com autorização para publicar.

 

Euclides Fernandes

DRT/MS 55/02

Comments

comments

Comente!

Contato

  • +55 67 3312 6400
  • Rua Pe João Crippa, 1437
  • CEP 79002-390 - Campo Grande, MS