Início Inspetor Viagem à “Barranca dos Padres” e “Missão Santa Terezinha” marca visita inspetorial...

Viagem à “Barranca dos Padres” e “Missão Santa Terezinha” marca visita inspetorial a comunidade salesiana de Nova Xavantina

26
0
Padre Ricardo Carlos visita a Barranca dos Padres em companhia do P. Francisco de Lima, do Ir. Marquez Ortega e do Sr. Adir. Foto: MSMT

O inspetor da Missão Salesiana de Mato Grosso, P. Ricardo Carlos, chegou à Comunidade Beato Filipe Rinaldi, em Nova Xavantina/MT no final da tarde da quarta-feira (06/09) e foi acolhido pelo diretor, P. Francisco de Lima Ribeiro.

Na quinta-feira (07/09), aproveitando o feriado nacional, P. Ricardo saiu muito cedo na companhia do P. Francisco de Lima, do Ir. Marquez e do Sr. Adir (antigo barqueiro do P. Pedro Sbardelotto) para visitar dois lugares históricos da Missão Salesiana de Mato Grosso: a “Barranca dos Padres” e antiga missão indígena, chamada Santa Terezinha.

No caminho, após duas horas de viagem, P. Ricardo e os salesianos vislumbraram o histórico morro São Domingos. Esse nome foi dado pelos primeiros missionários salesianos que, em busca do contato com os Xavante, avistaram esse monte, aportaram suas barcas às margens do Rio das Mortes, e aí celebram uma missa. Era dia de São Domingos de Gusmão – 8 de agosto – por isso batizaram o local como Morro São Domingos.

Completadas quatro horas de viagem, P. Ricardo e demais salesianos chegaram à Barranca dos Padres. Esse local se encontra hoje dentro de uma propriedade privada com o nome “Tracajá”, às margens do Rio das Mortes.

Lá, os salesianos foram recebidos pelos colaboradores da fazenda; aproveitaram os momentos para percorrer as áreas, fazer registros de fotos e filmagens; além disso, foram convidados para o almoço. OI proprietário da fazenda, Sr. Brás, esteve com eles, a fim de saudá-los e conversar sobre os fatos históricos dos antecessores naquelas terras.

No início da tarde, o grupo partiu em direção a antiga missão indígena Santa Terezinha, à época, base de apoio para os missionários que chegavam da Presença Salesiana de Araguaiana/MT, a fim descansar para descer o rio e fazer contato com os Xavante.

Lá também foram recebidos pelos colaboradores da propriedade. Em seguida, visitaram o pátio onde aconteciam as celebrações, catequeses e formações dos salesianos para as pessoas não indígenas que moravam nas fazendas. Elas frequentavam a comunidade religiosa para receber os sacramentos de iniciação cristã, matrimônio e outros.

Naquela época, o lugar contava com uma residência dos salesianos, um espaço para o internato, uma igrejinha, conservada até hoje, bem como uma cruz feita de madeira maciça, aroeira, que faz parte daquele tempo memorável.

No dia seguinte (08/09), já de volta a Nova Xavantina, no início da manhã,  na Capela da Comunidade, com a presença dos salesianos, P. Ricardo presidiu a Eucaristia, na Festa da Natividade de Nossa Senhora e procedeu com a abertura da Visita Canônica 2023. Durante o período da manhã, o inspetor conversou com os salesianos da comunidade.

No almoço, a comunidade celebrou o aniversário do P. Aquilino, ocorrido no dia 06/09. A comemoração tardia deu-se pela ausência do P. Aquilino, que, no dia 6 estava em Campo Grande (MS), no Encontro de Párocos e Reitores de Santuários. No início da tarde, o inspetor reuniu-se com o Conselho da Casa.

No final da tarde, em companhia do P. Aquilino, P. Ricardo esteve na Aldeia “Muita Paz”. Lá, foi acolhido pelo Sr. Arnaldo, Cacique da Aldeia Vizinha – Cachoeira, que, naquele momento, acompanhava um grupo de jovens indígenas.  P. Aquilino apresentou o inspetor salesiano aos jovens pertencentes ao grupo Sadaro, ocasião em que o P. Ricardo dirigiu algumas palavras aos jovens. A visita canônica foi encerrada no final da manhã do sábado (09/09) com a presença de todos os salesianos da comunidade.