Início Inspetor Salesianos participam de posse do novo bispo de São Félix do Araguaia

Salesianos participam de posse do novo bispo de São Félix do Araguaia

505
0
(Da esq. para dir.) P. Francisco de Lima, P. Ângelo Cenerino, Dom Lucio Nicoletto, P. Ricardo Carlos e P. Aquilino Tseré’ub’ôTsirui’á na celebração de posse do novo bispo de São Félix do Araguaia. Foto: MSMT

Neste domingo (30/06) o inspetor da Missão Salesiana de Mato Grosso, P. Ricardo Carlos, esteve no município de São Félix do Araguaia (MT), a 1,062 Km da capital do Estado, Cuiabá, para a posse do novo bispo da Prelazia de São Félix, Dom Lucio Nicoletto.

Padre Ricardo esteve acompanhado pelo diretor da presença salesiana de Nova Xavantina, P. Francisco de Lima Ribeiro, pelo diretor da presença salesiana de Meruri, P. Ângelo Cenerino, pelo pároco da Paróquia Pessoal São Domingos Sávio, P. Aquilino Tseré’ubu’ô Tsirui’á e pelo Ir. Marquez Ortega.

A celebração começou no Cemitério Karajá, onde eram sepultados indígenas e está sepultado Dom Pedro Casaldáliga, primeiro e mais conhecido entre os bispos que passaram pela prelazia de São Félix do Araguaia. Foi um momento em que foram lembrados os nomes de mártires da Igreja católica na celebração da Santa Missa. Entre esses mártires recordados estavam os nomes do salesiano P. Rodolfo Lunkenbein e do indígena Simão Bororo.

Salesianos e lideranças indígenas prestigiam despedida de dom Adriano Ciocca Vasino e posse de Dom Lucio Nicoletto na Prelazia de São Félix do Araguaia. Foto: MSMT

Esteve ao lado dos salesianos também o cacique xavante, Damião Paridzané, da Terra Indígena Marãiwatsédé, que é irmão do Padre Aquilino, entre outras lideranças indígenas.

Dom Lucio Nicoletto, sucede a dom Adriano Ciocca Vasino, bispo da prelazia de São Félix do Araguaia desde 2012. Dom Adriano substituiu o bispo dom Leonardo Steiner, (hoje cardeal arcebispo de Manaus) em março de 2012. Steiner foi o sucessor em 2005 do bispo espanhol dom Pedro Casaldáliga, (falecido em agosto de 2020) e conhecido em todo o mundo por defender os direitos humanos, especialmente dos povos indígenas.

Dom Lucio Nicoletto nasceu em 18 de agosto de 1972 em Este, diocese italiana de Padova. Estudou Filosofia e Teologia no seminário local e obteve licenciatura em Teologia Bíblica na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro-RJ. Foi ordenado sacerdote em 7 de junho de 1998 e incardinado na diocese de Padova. Na Itália já foi vigário paroquial e animador vocacional, quando se transferiu ao Brasil em 2005 como sacerdote fidei donum.

Desde 2016 a 2024 esteve como vigário geral da diocese de Roraima-RR, da qual também foi administrador diocesano durante a vacância, em 2022. “Uma experiência muito forte de fraternidade e de luta juntamente com o povo”, comentou Dom Nicoletto em entrevista concedida ao Regional Norte 1 da CNBB, “aquela fraternidade, aquela amizade que nos dá a força para olhar com confiança para o presente e para o futuro“, declarou naquela ocasião.