Início Animação Missionária Missões Indígenas de Meruri e Sangradouro recebem visita do Conselheiro Geral para...

Missões Indígenas de Meruri e Sangradouro recebem visita do Conselheiro Geral para as Missões

20
0
P. Alfred Maravilla visitou as presenças missionárias salesianas de Meruri e Sangradouro. Foto: MSMT.

Meruri — A comunidade salesiana de Meruri-MT acolheu com muito carinho a visita fraterna do Conselheiro Geral para as Missões Salesianas, P. Alfred Maravilla, no início da tarde do domingo (26/11). P. Andelson de Oliveira, diretor da presença de Meruri, o recebeu juntamente com a comunidade indígena, que o acolheu com os cantos culturais Oieigo e Jure e pinturas faciais clânicas.

Após a acolhida, o P. Alfred Maravilla expressou a sua alegria em pisar pela primeira vez na terra dos Servos de Deus, P. Rodolfo Lunkenbein e Simão Bororo – ambos com a causa de martírio em andamento. Em seguida, o Conselheiro Geral para as Missões abençoou o monumento no centro do jardim interno da comunidade Salesiana; o momento contou a participação expressiva de crianças, adolescentes e jovens que entoaram fervorosamente cantos ao pai e mestre da juventude, Dom Bosco.

Já na segunda-feira, P. Alfred presidiu a celebração Eucarística juntamente com a família salesiana (Salesianos, Salesianas e Associados da ADMA) e visitou o túmulo dos Servos de Deus, onde rezou uma Ave Maria pelo povo Boe e pelo trabalho missionário nas terras indígenas Mato Grossenses.

Sangradouro — Partindo de Meruri, Padre Alfred Maravilha realizou uma visita de duas horas e meia à presença salesiana de Sangradouro, que fica no município de General Carneiro (MT). Ele, juntamente com padre Reginaldo Cordeiro, foi recebido pelos salesianos da comunidade local com grande alegria.

Na ocasião, o Conselheiro Geral para as Missões visitou as aldeias Santiago e Três Rosas, onde saudou os indígenas e os caciques. Durante o percurso, conversou com o diretor da presença salesiana, P. Amércio Rezende de Oliveira e com o pároco, P. Juan Carlos Uscola, discutindo a realidade na qual os missionários desenvolvem suas atividades.

No retorno à sede de Sangradouro, fez uma breve parada na aldeia local, onde encontrou o agente de pastoral Valeriano Râiwi’a Werehité. Antes de seguir para Cuiabá, compartilhou um almoço com a comunidade, consolidando os laços com a comunidade local.