Você está em:    Home      CG 28      CG28: Unidade e diversidade no horizonte mundial e nas comunidades locais

CG28: Unidade e diversidade no horizonte mundial e nas comunidades locais

24 de fevereiro de 2020

(ANS – Turim) – A diversidade de rostos e a multiplicidade de idiomas são a expressão da variedade de culturas e situações em que a experiência educacional de Dom Bosco está incorporada. Não faltam fraternidades, que criam pontes em todas as ocasiões em que há uma fronteira a superar e um pensamento, uma experiência, uma tradição e uma história para entender.

Os salesianos do mundo, e com eles os grupos da Família Salesiana, os leigos e colaboradores leigos, os jovens, estão todos representados em Turim-Valdocco no 28º Capítulo geral.

A unidade e a diversidade estão claramente presentes, no respeito e na aceitação das opiniões dos outros, principalmente quando expressam a diversidade na qual os salesianos e as comunidades educacionais que representam são ativos.

Tudo isso foi amplamente representado na primeira semana de trabalho do Capítulo, começando com o Relatório do Reitor-Mor, apresentado pessoalmente e com a colaboração dos Conselheiros Gerais. Três noites inteiras dedicadas ao exame foram seguidas nos grupos formados por regiões e coordenados pelos conselheiros regionais.

Não é uma assembleia de acionistas de uma indústria, nem uma assembleia política com facções com interesses econômicos, prestígio, ambições conflitantes: a natureza eclesial dessa grande e numerosa assembleia marcou os dias de oração também em grupos linguísticos. E a semana que começa inclui a celebração da quarta-feira de cinzas e o início da Quaresma.

Em três manhãs, foi gasto bastante tempo para meditar e orar nos três núcleos em que o tema central está dividido: salesianos para os jovens de hoje. E no sábado 22, início oficial e formal da CG28, seguiu-se o seguimento claramente indicado em um artigo das Constituições dos Salesianos de Dom Bosco: “No Capítulo Geral, toda a Sociedade, deixando-se guiar pelo Espírito do Senhor, busca conhecer, em um momento específico da história, a vontade de Deus para um melhor serviço à Igreja “.

O trabalho capitular continua com a Presidência do Reitor-Mor e a coordenação do trabalho liderado pelo Regulador Don Stefano Vanoli. A semana também começa com a ativação dos procedimentos necessários para o bom funcionamento da assembleia em todos os seus componentes: aprovação do regulamento, nomeação de secretários e moderadores, estabelecimento de comissões de estudo.

Observe que o papel desapareceu quase completamente e as copiadoras são quase completamente inúteis. Cada capitular se move na companhia de seu PC: tudo o que há para ler, haverá votação, conectado a cada capitular já experimentou a tradução simultânea das intervenções.

 

Comments

comments

Comente!

Contato

  • +55 67 3312 6400
  • Rua Pe João Crippa, 1437
  • CEP 79002-390 - Campo Grande, MS