Início Comunicação Social Salesianos: 161 anos da fundação de São João Bosco

Salesianos: 161 anos da fundação de São João Bosco

67
0

(ANS – Turim) Em 1854, enquanto falava ao grupo de jovens com quem fundou uma congregação religiosa, Dom Bosco disse: “Nossa Senhora quer que fundemos uma Sociedade. Decidi que nos chamaremos Salesianos. Permaneçamos sob a proteção de São Francisco de Sales”. Alguns anos depois, em 1859, Dom Bosco fundou a Congregação Salesiana, que hoje completa 161 anos.

A Congregação Salesiana nasceu em Turim, em 18 de dezembro de 1859, com 17 membros, além do fundador, João Bosco, e com o nome de “Pia Sociedade de S. Francisco de Sales”.

A partir daquele distante ano de 1859, a Congregação Salesiana não parou de crescer e se difundir pelos cinco continentes, levando um claro carisma educativo aos menores e jovens mais desfavorecidos e um espírito missionário e de evangelização sem limites geográficos.

Dom Bosco tentou várias vezes fundar uma sociedade para assegurar a continuidade de seu trabalho no Oratório, que crescia dia-a-dia. Embora não tivesse conseguido concretizar nenhuma dessas tentativas, ele nunca desistiu da ideia. De fato, naquele fatídico 18 de dezembro de 1859, um domingo, por volta das 9 da manhã, ele conseguiu finalmente fundar aquela que se tornaria a Congregação Salesiana.

O sonho que teve aos 9 anos de idade marcou a vida do pequeno Giovanni Bosco. No seminário de Turim, Dom Bosco começou a reunir um grupo de jovens abandonados da cidade, no que ele chamou de oratório festivo. O primeiro garoto foi  Bartolomeo Garelli.

Dom Bosco, que trabalhava e escrevia muito e dormia pouco, também ensinava em uma escola noturna para jovens trabalhadores e, como o oratório estava sempre lotado, abriu dois outros centros em outros distritos de Turim. Em seguida, passou a oferecer alojamento para crianças abandonadas e em pouco tempo já eram 40 os meninos, a maioria deles, aprendizes, que moravam com Dom Bosco e sua mãe, Mamma Margherita, em Valdocco.

O fundador dos salesianos logo percebeu que todo o bem que estava fazendo por seus meninos corria o risco de se perder por causa das más influências do mundo exterior; decidiu, então, construir seus próprios ambientes de aprendizado.

Com o tempo, sua obra, a Congregação Salesiana, cresceu e se espalhou em grande velocidade: em 1863 já havia 39 salesianos e, na época da morte de Dom Bosco, em 1988, os salesianos já eram 768.

Hoje, a Congregação Salesiana está presente em 136 países nos cinco continentes e é a segunda maior instituição masculina por ordem de grandeza (a difusão máxima foi alcançada em 1967, com 22.810 membros). Os salesianos, coadjutores e sacerdotes são 14.659, ativos em 1873 presenças, com 424 noviços e 128 bispos.

Aos 161 anos de sua fundação, os salesianos são tão atuais quanto há dois séculos, e com um objetivo: salvar os jovens, os mais pobres e os mais desfavorecidos.