Início Instituição de Ensino Superior ‘Dança no Museu’ encanta público com variedade de estilos

‘Dança no Museu’ encanta público com variedade de estilos

14
0
Dezenove grupos se apresentaram no teto do Museu das Culturas Dom Bosco, em Campo Grande. Foto: Divulgação UCDB

No último sábado (02/12), o tradicional espetáculo de fim de ano da capital sul-mato-grossense, o “Dança no Museu”, encantou os espectadores com uma celebração única da cultura local. O evento teve início às 18h, com um palco montado no Museu das Culturas Dom Bosco, situado nos altos da Avenida Afonso Pena, no Parque das Nações Indígenas.

Vinte e dois grupos, academias e escolas de dança participaram do evento, uma iniciativa promovida pela área de Cultura e Arte da Universidade Católica Dom Bosco em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Sectur). “O Dança no Museu é uma grande celebração da nossa cultura. Os grupos se reúnem para mostrar o seu trabalho, sem competição. O clima de todas as edições é de muito companheirismo e reverência à arte”, afirmou o coordenador de Cultura da UCDB, Roberto Figueiredo.

Palco nas Alturas: Uma Vista Excepcional da Arte

O espetáculo ocorreu no teto do museu, situado no mesmo nível da Avenida Afonso Pena, o que proporciona ao público uma experiência única de contemplação. O gramado e a calçada serviram como assentos improvisados enquanto os espectadores apreciavam as apresentações.

O “Dança no Museu” teve sua primeira edição em 2007 e, exceto durante o período da pandemia, tem sido uma tradição anual. Neste ano, o grupo infantil da escola “Zari” teve a responsabilidade de abrir a 16ª edição, que contou com mais 19 apresentações, incluindo o grupo da Universidade Católica Dom Bosco, o Ararazul.

Variedade de Estilos Encanta a Plateia

Dança clássica, jazz, urbana, pop e árabe foram alguns dos estilos apresentados pelos grupos participantes, como Ararazul, Zari, Selma Azambuja, Isa Yasmin Estudio de Dança, Hana Aysha Danças Árabes, Soul Cia de Dança, Conexão Urbana, Mahila, Siga, Tahul Danças Árabes, Grupo Sanssouci do espaço de dança Suzana Leite, Cigana Esmeralda Cia de Dança Cigana Brasileira, Lotu’z, Cia Canindé, Arees, ART HIT e Art Oriente Cia de Dança.

A Celebração da Vida Através da Dança

“O Natal está próximo, e celebrar o Natal significa celebrar a vida, significa celebrar o nascimento do nosso redentor. Através da dança celebramos a vida, a vida desses jovens, desses artistas, e é isso que precisamos celebrar. O Natal é a celebração da vida”, destacou o Reitor da Universidade Católica Dom Bosco, P. José Marinoni.

Expressão Artística que Inspira Alegria e Esperança

O Pró-reitor de Pastoral e Assuntos Comunitários, P. Idenilson Lemes da Conceição, expressou sua alegria ao testemunhar a expressão artística de crianças, jovens e adultos: “Assistir as nossas crianças, os nossos jovens e adultos se expressando, trazendo leveza por meio da dança, da música, enche o nosso coração de alegria e esperança”.

Performance Memorável do Grupo Ararazul

O grupo Ararazul apresentou uma coreografia inédita, uma releitura da música “You Give Love a Bad Name”, do álbum do Bon Jovi lançado em 1986. “Com elenco completo, composto de 15 dançarinos, foram dois meses de ensaio para a apresentação”, contou a coreógrafa Jessica Bellincanta.

Agradecimentos e Incentivo à Cultura

A secretária municipal de Cultura e Turismo, Mara Bethânia Gurgel, representando a prefeita de Campo Grande, expressou sua gratidão às equipes participantes e ao público presente. “Quero aqui agradecer as equipes que se inscreveram e a todos que estão do outro lado prestigiando esses jovens. Isso é muito importante para eles e para nós, para que possamos continuar incentivando a nossa cultura na capital morena”.

Com informações: Assessoria UCDB