Início Ação Social Centro Juvenil Salesiano de Três Lagoas qualifica mais de 260 mulheres em...

Centro Juvenil Salesiano de Três Lagoas qualifica mais de 260 mulheres em Três Lagoas através de parceria com a Suzano

249
0
Foto: Divulgação Assessoria Suzano

A parceria entre a Suzano e a Missão Salesiana de Mato Grosso (MSMT) resultou na qualificação de 264 mulheres para o mercado de trabalho de Três Lagoas, por meio dos projetos Conexão Profissional e Mulheres Arteiras. Essas iniciativas têm como objetivo promover a qualificação feminina e reduzir desigualdades sociais no mercado de trabalho e aumento da renda familiar.

Compromisso com a redução das desigualdades

Segundo Giordano Automare, gerente executivo de Desenvolvimento Social da Suzano, a promoção da qualificação profissional, especialmente entre as mulheres, contribui diretamente para a redução das desigualdades sociais e de gênero. Ele destaca que essas ações estão alinhadas com os compromissos de longo prazo da empresa, incluindo metas como a mitigação da distribuição de renda e a retirada de 200 mil pessoas da linha de pobreza nas áreas de atuação da companhia até 2030.

“Ao promover a qualificação profissional, principalmente do público feminino, estamos contribuindo diretamente para a redução de desigualdades social e de gênero. Essas ações fornecem condições para que mulheres tenham oportunidades de incrementar a renda familiar. Isso tudo faz parte de um compromisso público assumido pela Suzano que estão previstos nas metas de longo prazo da companhia, entre elas, a de mitigar o problema de distribuição de renda e retirar 200 mil pessoas da linha de pobreza nas áreas de atuação da companhia até 2030”, destaca o gerente executivo de Desenvolvimento Social da Suzano.

Resultados alcançados

O Projeto Conexão Profissional formou 104 mulheres, enquanto o Mulheres Arteiras capacitou outras 160. Dessas participantes, 127 são chefes de família e todas estavam em situação de vulnerabilidade socioeconômica. Com as formações, as beneficiadas tiveram um incremento médio de 30% a 60% na renda familiar. A faixa etária das mulheres capacitadas varia entre 20 e 45 anos.

Com informações: Assessoria Suzano Papel e Celulose