Você está em:    Home      Notícias      Dia a Dia Salesiano      Santa Sé concede o ‘Nihil Obstat’ à Causa de Vera Grita, Leiga, Salesiana Cooperadora

Santa Sé concede o ‘Nihil Obstat’ à Causa de Vera Grita, Leiga, Salesiana Cooperadora

1 de julho de 2021

(ANS – Cidade do Vaticano) – Com data de 26 de maio de 2021 a Congregação das Causas dos Santos comunicou ao Bispo de Savona-Noli, Dom Calogero Marino, o ‘Nada obsta’ da Santa Sé à abertura da Causa de Beatificação e Canonização da Serva de Deus Vera Grita (1923-1969), Leiga, Salesiana Cooperadora. O ‘Nada obsta’, ou ‘nada impede’, é a autorização por parte da Santa Sé da abertura do Processo Diocesano, visto que se demonstrou nada haver, nos Dicastérios vaticanos, que obstaculize a Causa da Serva de Deus.

Vera Grita, nascida em Roma, em 28 de janeiro de 1923, foi professora de escola elementar. Desde que em Savona, no dia 4 de julho de 1944, foi pisoteada pela multidão que fugia de um bombardeamento, as lesões marcaram-na irreparavelmente. Tinha 21 anos. Apesar da doença, aceitou ensinar em escolas periféricas do interior da Ligúria: Rialto, Erli, Alpicella, Deserto di Varazze. Em Savona, na paróquia salesiana de Maria Auxiliadora, participava da vida paroquial. A partir de 1963, seu confessor foi o salesiano P. João Bocchi; quando se tornou Salesiana Cooperadora (1967), confiou-se à guia do P. Gabriello Zucconi.

Em 19 de setembro de 1967 iniciou a experiência mística que a convidava a viver a fundo a alegria e a dignidade de filha de Deus, na comunhão com a Trindade e na intimidade eucarística com Jesus, recebido na Eucaristia e presente no Tabernáculo. “O vinho e a água somos nós: Eu e tu, tu e Eu. Somos uma coisa só: Eu escavo em ti; escavo, escavo para construir-me um templo: deixa-me trabalhar, não me ponhas obstáculos […] a vontade do meu Pai é esta: que Eu permaneça em ti, e tu em Mim. Juntos daremos muito fruto”. Foi a primeira das mensagens que constituem a obra dos Tabernáculos Vivos, que Vera, lutando com o temor de ser vítima de engano, escreveu por obediência ao P. Zucconi.

Vera morreu em 22 de dezembro de 1969. Em suas mensagens estão explícitas as referências a Dom Bosco e ao seu “da mihi animas, cetera tolle”, que tendem a renovar nos Salesianos o sentido da união com Deus e a confiança em Maria Auxiliadora, para doar Deus através de um apostolado incansável que coopere para a salvação da humanidade. A obra, por vontade de Deus, é confiada antes de tudo aos filhos de Dom Bosco para a sua realização e difusão nas paróquias, nos institutos religiosos, na Igreja: “Escolhi os Salesianos porque eles vivem com os jovens; mas sua vida de apostolado deverá ser mais intensa, mais ativa, mais sentida”.

A Causa de Beatificação da Serva de Deus Vera Grita foi iniciada em 22 de dezembro de 2019, 50° aniversário de sua morte, em Savona, com a apresentação do ‘Supplex libellus’ ao Bispo Diocesano, Dom Calogero Marino, pelo Postulador P. Pierluigi Cameroni SDB. Agente da Causa é a Congregação Salesiana.

Comments

comments

Comente!

Contato

  • +55 67 3312 6400
  • Rua Pe João Crippa, 1437
  • CEP 79002-390 - Campo Grande, MS