Início Comunicação Social Obras Sociais Salesianas têm Congresso Internacional em Turim (ITA)

Obras Sociais Salesianas têm Congresso Internacional em Turim (ITA)

53
0

Terminou neste domingo (02/10) em Turim o Congresso Internacional de Obras e Serviços Sociais Salesianos. O evento começou na tarde da quarta-feira (28/09), no coração carismático da Congregação, em Turim-Valdocco. No Teatro Grande Valdocco, os cerca de 300 participantes, que vieram para representar todas as Inspetorias e Visitadorias da Congregação, juntamente com um seleto grupo de jovens, puderam ouvir o discurso introdutório do P. Miguel Ángel García, Conselheiro Geral para Pastoral Juvenil Salesiana e promotor do Congresso, e receber, do P. Rafael Bejarano, Coordenador de Obras Sociais do Setor de Pastoral Juvenil e coordenador do evento, as primeiras orientações sobre o desenvolvimento e a metodologia das atividades.

O Reitor-Mor, P. Ángel Fernández Artime foi o responsável por animar os dias do evento com um diálogo fraterno junto aos jovens até o final do Congresso.

Na manhã de quinta-feira (29/09), o P. Bejarano e o Sr. Javier Carabaño Rodríguez, especialista em comunicação e identidade, ligado ao ambiente salesiano, conduziram conjuntamente uma Lectio Divina a partir do episódio da ressurreição do filho da viúva de Naim. A reflexão destacou a diferença entre a alegre comunidade de discípulos que têm Jesus como guia e a comunidade de Naim, que está triste com a morte prematura do jovem. “A imagem a cena nos propõe tem grande relação com nosso carisma salesiano. A cada dia, o encontro da vida que traz esperança e alegria com situações de desespero e morte se reproduz em todos os cantos da terra. A proposta salesiana do setor social é sinal de alegria e de vida que se confronta diariamente com os rostos cruéis e tristes de tantos jovens atingidos pela miséria, violência, ignorância e exploração”, disseram os dois guias da Lectio Divina.

A palestra central do dia, foi com o Cardeal Óscar Andrés Rodríguez Maradiaga, Arcebispo Metropolitano de Tegucigalpa, Coordenador do Conselho de Cardeais e ex-presidente da Caritas Internationalis (2007-2015). O cardeal salesiano iniciou a palestra “Atualidade da Doutrina Social da Igreja, desenvolvimento humano integral e papel das Obras e Serviços Sociais Salesianos” destacando, por meio de algumas perguntas provocantes, a pertinência, ainda hoje, diante dos desafios globais e das enormes transformações sociais em curso, da Doutrina Social Cristã.

Ele também reiterou a importância de viver uma vida de fé coerente e unida entre contemplação e ação: “Nossa conduta social é parte integrante de nosso seguimento de Cristo“, afirmou, antes de pronunciar algumas palavras para alertar sobre as ideologias que correm o risco de comprometer a existência e a obra dos cristãos.

A manhã prosseguiu com o Fórum Juvenil com o Reitor-Mor sobre o papel dos Ex-alunos salesianos nas obras sociais e o início dos minicursos relacionados ao trabalho salesiano com os jovens mais carentes: os participantes puderam escolher entre os seguintes tópicos, todos orientados por especialistas autorizados:

– Acompanhamento espiritual de jovens em risco

– Construir o PEPS das obras sociais a partir da Palavra de Deus, do Magistério da Igreja e da Tradição Salesiana.

– Direitos humanos, sistema preventivo e modelos de intervenção social.

– Significância e sustentabilidade do trabalho social: o quadro da pastoral juvenil em relação aos sistemas de qualidade e gestão integrada

– Evangelização e mobilidade humana (migrantes, refugiados e pessoas deslocadas).

– A contribuição da identidade cristã e salesiana na construção de políticas públicas, a participação em fóruns locais e internacionais e a mobilidade social

– Medindo o impacto nas obras sociais

– Voluntariado e inovação social

– Gestão social: trabalho em rede com Procuras e ONGs, participação em associações internacionais, captação de recursos.

– Carisma salesiano: cooperação para o desenvolvimento, animação, defesa política, Metas de Desenvolvimento, fóruns da ONU e da UE.

– Treinamento vocacional, empregabilidade e relações interinstitucionais

– Tecnologias aplicadas à intervenção social.

O trabalho continuou, com os participantes divididos em grupos e a partilha das várias boas práticas implementadas em todo o mundo nos seguintes setores:

– Juventude de rua e reabilitação

– Jovens em conflito com a lei

– Migrantes e refugiados

– Serviços alternativos: Circo social

– Ambientes populares

– Mulheres – famílias – povos indígenas

– Redes e Desenvolvimento Institucional

– Interculturalidade e conflito

– Cooperação para o desenvolvimento

A Inspetoria de Santo Afonso Maria de Ligório (BCG) está representada pelo Coordenador do Centro Juvenil de Primavera do Leste, salesiano Irmão Damião de Souza. Ele também será um dos representantes da inspetoria de Campo Grande na celebração de canonização do Irmão Artemide Zatti, no próximo dia 9 de outubro, em Roma.

Com informações: ANS