Início Comunicação Social Jovens do Centro Juvenil de Três Lagoas visitam aldeia indígena em Meruri

Jovens do Centro Juvenil de Três Lagoas visitam aldeia indígena em Meruri

128
0

Ação permitiu aos participantes conhecerem os hábitos e as tradições de uma aldeia indígena de perto, com objetivo de conscientizar sobre a valorização da cultura indígena

Durante os dias 21 e 22 de abril, liderados pelo Mestre Gabriel Brolio, um grupo de jovens alunos dos cursos de Aprendizagem Profissional e de participantes do Projeto Gerando Futuro Três Lagoas, realizado pelo Centro Juvenil Jesus Adolescente em parceria com a Petrobras, Prefeitura Municipal de Três Lagoas e grupo AmiciArmando, participaram de uma rica experiência durante visita à Aldeia Meruri, da etnia Boe-Bororo.

A aldeia fica localizada na Rodovia BR 070 – Km 112 nos municípios de General Carneiro e Barra do Garças (MT). O termo Bororo significa, na língua nativa, “pátio da aldeia”. A Missão Salesiana de Mato Grosso atua desde 1902, por meio de comunidade “Sagrado Coração” realizando um trabalho de assistência e manutenção para benefício dos povos, e também no processo de resgate da cultura indígena. O grupo de 32 visitantes saiu de Três Lagoas (MS) percorrendo 803 km com expectativas de conhecer e vivenciar a cultura dos primeiros povos que pisaram nesta terra.

Na chegada, os participantes foram recebidos pelo assistente salesiano, Roberto Brito, e pelo P. João Bosco Monteiro Maciel, e receberam algumas orientações para realização das atividades, além de conhecerem a programação organizada pelos Salesianos de Meruri.

O primeiro dia de atividades começou com a visita ao cemitério que existe no local, onde estão os túmulos dos Servos de Deus, P. Rodolfo Lunkenbein e Simão Bororo. Narrada pelo P. João Bosco Maciel, os participantes tiveram a oportunidade de conhecer a história marcada pelo assassinato dos Servos de Deus em 15 de julho de 1976, quando os dois deram a vida pelo povo Bororo e pelo direito à terra.

Para possibilitar um momento de interação com os jovens e adolescentes da comunidade indígena, foi promovido um oratório festivo ao final do dia, animado pelos visitantes.

Palestra e visita ao Museu da aldeia indígena de Meruri

Como parte das atividades, os participantes se reuniram no Museu Bororo onde estão expostos diversos artefatos e objetos Bororo e foi permitido aos visitantes fazerem fotos usando Parikos (adorno de cabeça da cultura indígena Boe-bororo). O curador indígena, Agostinho Eibajiwu, palestrou sobre as diferenças relacionadas à divisão por clãs e sobre as cerimônias de ritos fúnebres e nomeação de recém-nascidos da comunidade. No encerramento, a anciã Boe-Bororo, Leonida Akiri, fez os traços da pintura facial Bororo no rosto dos participantes.

Subida ao topo do Morro de Meruri

Em continuidade à programação, os participantes realizaram a subida do morro de Meruri existente nas proximidades da aldeia. O passeio começou por uma trilha no meio da mata para chegar ao pé do morro, onde o trajeto de subida é  íngreme até o topo do morro , onde está a imagem do Sagrado Coração de Jesus. O momento propiciou a contemplação da vista de cima da reserva. Na ocasião também foi realizada a oração para a glorificação da Causa de Martírio do P. Rodolfo Lunkenbein e de Simão Bororo.

Encerramento

No último dia foi realizada a oração do Santo Terço na Igreja Matriz Sagrado Coração de Jesus, seguida da Celebração Eucarística presidida pelo P. João Bosco aos Salesianos, participantes visitantes e por algumas pessoas da comunidade Boe-Bororo.

Aos jovens participantes, a experiência desta rota foi riquíssima e única, repleta de muito conhecimento, arte, costumes, hábitos, e conhecimento a respeito da língua e crenças Boe-bororo, justamente na semana em foi comemorado o Dia dos Povos Indígenas.

Projeto Gerando Futuro Três Lagoas

O projeto é desenvolvido e realizado através de parceria firmada por convênio entre a Petrobras e Missão Salesiana de Mato Grosso, por meio do Centro Juvenil Jesus Adolescente. Seu objetivo é contribuir para o desenvolvimento econômico e biopsicossocial de adolescentes, jovens e adultos do município de Três Lagoas. O projeto se divide em dois eixos: o primeiro com cursos de iniciação profissional para adolescentes (14 à 17 anos) mais prática esportiva, e o segundo, com cursos de qualificação profissional para adultos (18 anos acima). Os dois eixos oferecem atividades socioambientais. Toda a ação realizada na instituição, busca atender membros da comunidade em situação de vulnerabilidade, visando promover o exercício de cidadania e integração social.

Programa Aprendizagem Profissional

Aprendizagem Profissional é o programa de qualificação profissional e inserção no mercado de trabalho voltado para jovens de 14 a 24 anos. O Programa de Aprendizagem Profissional cumprindo a Lei 10.097/2000. O adolescente tem que estar cursando ou ter concluído o ensino médio e possuir carteira de trabalho. Para se cadastrar, acesse o link que se encontra na página do Facebook do Centro Juvenil e preencha a ficha de pré-inscrição.

Daniella Alves

Comunicação – Centro Juvenil Jesus Adolescente