Início Comunicação Social Festival Dom Bosco de Cinema apresenta os vencedores

Festival Dom Bosco de Cinema apresenta os vencedores

O evento foi transmitido para todo o mundo salesiano diretamente de Los Angeles

327
0
A grande final do DBGYFF foi realizada em Los Angeles (EUA). Foto: Divulgação

A “Grand Finale” do Don Bosco Global Youth Film Festival (DBGYFF) foi realizada em Los Angeles (EUA), capital mundial do entretenimento. O evento aconteceu na tarde de sexta-feira (13/10) no “Don Bosco Youth Center” de Los Angeles, com a participação de diversas personalidades e o anúncio dos vencedores globais do DBGYFF.

O festival foi realizado em mais de 200 locais, em quase 60 países do mundo salesiano, mostrando o esforço criativo dos nossos jovens. A final do concurso em Los Angeles foi verdadeiramente única e mostrou como o Don Bosco Global Youth Film Festival pode ser um festival de cinema que faz a diferença, capaz de ecoar o tema do Amor, da Paz e da Solidariedade num mundo criativo e incisivo.

O que deixou a noite ainda mais memorável foi a presença e a participação entusiástica de diversas personalidades: P. Mel Trinidad, Inspetor dos Salesianos de Dom Bosco do Oeste dos Estados Unidos (SUO); Stanley NG, Diretor de Arte e Supervisor de Efeitos Visuais (VFX) em Hollywood; Padre Ricardo Campoli, do Setor de Comunicação Social de Roma; e o Diretor do Festival, Padre Harris Pakkam.

A cerimônia começou com um vídeo temático que destacou como o amor pode construir a paz e a solidariedade, seguido de mensagens em vídeo do Cardeal Reitor-Mor, Dom Ángel Fernández Artime, décimo sucessor de Dom Bosco, e do Padre Gildásio Mendes dos Santos, Conselheiro Geral para as Comunicações Sociais, de Roma. O P. Mel Trinidad, por sua vez, deu as boas-vindas aos presentes e expressou a satisfação da Inspetoria por poder acolher o festival e assim fazer ouvir em Los Angeles a voz dos jovens do mundo salesiano. Padre Ricardo Campoli, na sua mensagem, destacou que este festival uniu jovens de todo o mundo e deu-lhes a oportunidade de partilhar os seus sonhos e paixão criativa sobre o tema oferecido. O Diretor do festival, Padre Harris Pakkam, comparou como Dom Bosco, que em sua vida falou de Turim, agora falava de Los Angeles, graças aos jovens do DBGYFF. “O esforço dos nossos jovens, de uma forma rica em símbolos, é hoje celebrado e reconhecido ao mais alto nível”, concluiu.

O momento solene do anúncio dos vencedores trouxe uma grande surpresa: um jovem vestido de Dom Bosco, vindo de trás do salão, atrás da plateia, trouxe o logotipo do DBGYFF, que foi então revelado por Dom Trinidad para declarar aberta a solenidade do festival de cinema. Levando em consideração o momento, apenas 24 filmes selecionados foram exibidos para a Grande Final em Los Angeles. O vídeo de contagem regressiva DBGYFF deu início à exibição dos curtas-metragens, um após o outro. A noite foi fascinante, pois o mestre de cerimónias Mikey e a sua equipa de jovens – Caia, Catherine e Jaden – envolveram o público com as suas interações e reflexões espontâneas antes e depois de cada filme. As vozes do público, com suas respostas, também mantiveram todos inspirados e focados no tema.

Após a exibição dos curtas, Stanley NG falou em nome do Grande Júri para expressar seus sentimentos. Ele encorajou os jovens a prosseguirem incansavelmente os seus esforços e a sonharem grande, para que também eles possam alcançar os seus objetivos, que são alcançáveis ​​se tudo for feito com amor e paixão.

O tão esperado anúncio dos vencedores do Global Awards começou em clima de apreensão, com a pasta contendo a lista final dos vencedores entregue a Don Trinidad e ao Sr. Stanley. Prosseguimos então com o anúncio público dos vencedores, muitos dos quais puderam participar e expressar imediatamente a sua alegria e emoções através de ligações de vídeo. Este foi um momento de verdadeiro orgulho porque celebrou o esforço de tantos jovens ligados a Dom Bosco e ao carisma salesiano de diversas partes do mundo.

Os curtas vencedores globais do DBGYFF 2023 são:

1. CORAÇÕES UNIDOS por Joseph Katsilizika, Malawi

2. A VIDA VAI SIM, de Leander Fernandes, Índia

3. HISTORIAS DE PAPEL (Histórias de Papel), de Juan Pablo Valencia Marulanda, Colômbia

4. VIDA VIRTUAL OU VIDA HUMANA, de Khoa Hoang, Vietnã

5. EL PUENTE DE LA AMISTAD, de Iván Osés, Espanha

6. LUNCH BOX, de Mang Kim Thang, Índia

7. AMARA, de Sebastian Barrios Diaz, Colômbia

8. NADA ESTÁ PERDIDO, de Stefany Aparecida Silva Dutra, Brasil

9. PORTA-RETRATO, de Ricardo Andrés Robles Funes, El Salvador

10. PONTO ABSOLUTO, de Ritesh Tigga, Índia

O festival foi concluído com o agradecimento proposto pelo P. Alphonse Vu, Coordenador das Escolas Salesianas da Inspetoria SUO, que expressou o seu agradecimento a todos aqueles que contribuíram para o planejamento e implementação.

Com informações: ANS