Início Escola Vítimas das enchentes do RS se emocionam com cartinhas feitas pelos alunos...

Vítimas das enchentes do RS se emocionam com cartinhas feitas pelos alunos do Colégio Salesiano

90
0

A iniciativa partiu de uma inspiração da Diretora Pedagógica do Colégio, Liliana Aparecida Corá

Em um gesto de solidariedade e empatia, alunos do Colégio Salesiano “Dom Luiz Lasagna” redigiram cartinhas de apoio e gratidão para as vítimas das enchentes que, recentemente, devastaram várias regiões do Rio Grande do Sul. A iniciativa partiu de uma inspiração da Diretora Pedagógica do Colégio, Liliana Aparecida Corá. “A ideia surgiu de maneira inesperada, mas com um impacto profundo e comovente”.

As cartinhas foram levadas e entregues às pessoas que estão em abrigos pelos voluntários da Missão Humanitária UniSALESIANO: “Saúde não espera!”. Segundo eles, os abrigados ficaram emocionados ao ler as cartinhas e chegaram a colocá-las ao lado de suas camas e nas paredes.

A voluntária Ana Flávia Lima Fontes, acadêmica do último ano do Curso de Medicina, ajudou a entregar as cartinhas e se emocionou com o depoimento de uma jovem mãe que perdeu tudo durante a enchente. Ana Flávia conta que a mulher tem enfrentado ataques de pânico ao relembrar a tragédia, bem como sua incerteza em relação ao futuro.

“Ao entregar a carta para ela, pude testemunhar suas emoções transbordando e um sorriso sincero iluminando seu rosto. Naquele momento, tive a certeza absoluta de que as palavras de conforto das crianças são como um raio de esperança nos dias difíceis que ela ainda terá que enfrentar”, disse a voluntária.

GENUÍNO

De acordo com Liliana, essa atitude dos alunos emocionou a todos do Colégio. “O envolvimento das crianças foi imediato e genuíno, com cada uma colocando nas palavras o seu carinho e solidariedade. Nas mensagens, elas expressaram palavras de força, orações e encorajamento, revelando uma profundidade emocional surpreendente para suas idades”, explicou.

A ação do Colégio Salesiano “Dom Luiz Lasagna” é um exemplo inspirador de como gestos simples podem proporcionar conforto e esperança em momentos de adversidade. “Além de ajudar as vítimas das enchentes, a iniciativa ensinou às crianças lições valiosas sobre compaixão, solidariedade e a importância de estar ao lado de quem mais precisa”, concluiu.

Com informações Monique Bueno.