Início Comunicação Social Sym Dom Bosco 2015: “Com a juventude”

Sym Dom Bosco 2015: “Com a juventude”

32
0

Acompanhar os jovens, estar com eles, orientá-los em direção à realização e à felicidade, foram os temas desta manhã do segundo dia do SYM DOM BOSCO, focado no segmento “com os jovens” do lema do evento.

Por Gian Francesco Romano

No meio de uma surpreendente exibição com música, vídeo e iluminação, organizada pelos jovens da Inspetoria Itália-Sicília, destacaram-se dois testemunhos: o de Hazel Hillancy, ex-aluna das Filhas de Maria Auxiliadora (FMA) indianas, e o do padre Luca Barone, SDB do Piemonte. A primeira falou para os outros jovens como as ferramentas tais como WhatsApp e Facebook constituem eficientes canais para fazer o bem e evangelizar entre amigos. “Nós não temos escolhas em relação a usar ou não as mídias sociais, a questão é quão bem os usamos!”, afirmou ela.

Padre Barone, por sua vez, preferiu basear sua fala em seu aprendizado pessoal – de acompanhante e acompanhado – falando sobre os dois pulmões que fazem respirar um jovem: acompanhamento ambiental e pessoal. “Verdade e liberdade – disse – são os ingredientes essenciais” de uma relação saudável com o próprio guia espiritual; e acrescentou: “direção espiritual não é apenas para aqueles que pretendem se tornar padre ou freira (…) sozinhos às vezes conseguimos andar mais rápido, mas é caminhando junto que se vai mais longe.”

Referências e recomendações sobre os “segredos” do bom acompanhamento também vieram de vídeocontribuições feitos por Salesianos, FMA e membros do MJS de vários países. Em certo momento, todos os que estavam no PalaRuffini de Turim emocionaram-se com a chegada de Madre Yvonne Reungoat, Madre Geral das FMA, que tinha a tarefa de aprofundar o significado do termo “comunhão”.

“Aqui estamos, 5000 corações unidos em um só coração mundial”, fala que imediatamente acalorou a plateia. A irmã, então, passou a identificar Jesus como o elemento de comunhão universal, um sinal concreto de amor, e também a criatividade de Deus Pai.

Referindo-se ao episódio evangélico dos discípulos de Emaús, Madre Reungoat falou, em seguida, de um “Jesus que está vivo, se interessa por nós, nos acompanha (…). Não há comunhão sem Jesus, é ele quem faz a nossa comunhão”.

E então lembrou de como a relação, a comunhão e a presença de um bom ambiente são essenciais na pedagogia salesiana.

Finalmente, com bom humor provocado pelas perguntas do apresentador, ela citou, com grande naturalidade, uma série de pequenas frases, quase tweets, de grande impacto e significado: “Os salesianos são a única congregação no mundo fundada com os jovens. A Família Salesiana constrói-se com os jovens ou não se constrói (…). O mundo de amanhã será da maneira que os jovens de hoje o fazem (…). Não haverá nova evangelização no mundo sem os jovens. Eles sabem como falar de Jesus, eles são capazes de transmitir a boa notícia com suas próprias palavras (…) Não existem fronteiras, o mundo é nosso e nós somos Cristo.”

A manhã concluiu-se com a Eucaristia presidida por dom Savio Hon Tai-Fai, secretário da Congregação para a Evangelização dos Povos.

Continuam, ainda esta tarde, as rotas para descobrir a Turim Salesiana e da caridade. E a noite aguarda todos no PalaRuffini para outra festa, desta vez para todos os participantes do SYM DOM BOSCO 2015.