Você está em:    Home      Notícias      Animação Missionária      Pároco e leigos de Bilac (SP) realizam ação missionária nas aldeias de Campinápolis (MT)

Pároco e leigos de Bilac (SP) realizam ação missionária nas aldeias de Campinápolis (MT)

2 de agosto de 2021

O pároco da Paróquia Nossa Senhora da Conceição (Bilac-SP), P. Paulo Roberto Lupifieri esteve entre os dias 23 e 30 de julho na região de Campinápolis (MT) para realizar uma ação missionária nas aldeias xavante. Ele veio acompanhado por dois leigos da paróquia – João Paulo Stabile e Marcela Galhardo Benício – e passaram os dias de trabalho missionário nas aldeias Teihidzatsé e Novo Teihidzatsé. Ali dormiram, fizeram refeições e participaram das atividades diversas da comunidade.

No dia 27, as ações foram nas aldeias Corpo de Cristo, Santa Clara, São José e Santa Rita. Nessa aldeia foi feita uma deliciosa galinhada para a comunidade, que agradeceu imensamente a visita do Grupo. Já no dia 28, a visita da equipe foi nas aldeias São Gabriel, Daratidze e Rio Maria. Nessa foi feita uma macarronada para a comunidade, que ficou agradecida pelo gesto de partilha.

O Padre Paulo acompanha dois jovens indígenas na casa paroquial em Bilac, com bolsas de estudos. Um faz ensino médio e outro, enfermagem no Unisalesiano Araçatuba. Para ele, o trabalho que a comunidade de Bilac tem feito com os xavante é motivo de crescimento para todos. “Essa experiência tem sido muito importante, não só para mim, mas para toda a nossa comunidade paroquial está crescendo com isso. A presença desses dois jovens xavante aqui tem enriquecido muito a paróquia. Isso trouxe novos ares não só para o meu Ministério, mas para a vida paroquial aqui da comunidade. Eu agradeço muito a Deus porque eu sempre tive esse desejo de me aproximar mais da realidade dos povos indígenas e eu acho que nós encontramos uma maneira de, mesmo distante, fazer alguma coisa e estar em comunhão com a realidade desse povo”, afirmou.

Um dos leigos que acompanharam o Padre Paulo, de São Paulo a Mato Grosso (Bilac a Nova Xavantina) foi a Marcela. Ela reconhece ter levado um “choque de realidade” nessa experiência. “Até digerir tudo isso, leva-se um tempo. Tive um impacto muito grande, um choque de realidade. Estando lá, pude ver e sentir o quanto somos falhos e pequenos no nosso dia-a-dia. Eu tirei uma grande lição de lá. Em vários momentos eu senti também a ternura e o amor de Deus pelos nossos queridos irmãos. Estando ali diante deles, com olhos nos olhos, eu senti a presença de Deus nesses nossos queridos xavante. Senti muita alegria, muita paz no meu coração. Deixamos lá os alimentos, partilhamos o pão com eles, e eles nos retribuíram com muita essência, com muita ternura, com a sua cultura”, declarou.

As visitas contaram com o apoio do Diácono Salesiano José Alves, da Salesiana Cooperadora Célia Coimbra e da Irmã Claretiana, Cecília, de Nova Xavantina. A cooperadora Célia também se mostrou maravilhada com a experiência missionária. “A experiência de estar junto a vocês com povo xavante traz outro sentido para mim. Consigo ver a realidade de outo ângulo. Encontrar pessoas que se dedicam aos outros é maravilhoso, conhecer também o trabalho da Operação Mato Grosso é outra realidade. Estou agradecida pela oportunidade e penso que consigo fazer mais”, revelou.

Euclides Fernandes

DRT/MS 55/02

Comments

comments

Comente!

Contato

  • +55 67 3312 6400
  • Rua Pe João Crippa, 1437
  • CEP 79002-390 - Campo Grande, MS