Início Ação Social Obra Social Casa Dom Bosco tem um dia inteiro de festa junina

Obra Social Casa Dom Bosco tem um dia inteiro de festa junina

424
0
Mais de 200 crianças participaram da Festa Junina na Casa Dom Bosco, organizada pela Sede Administrativa da MSMT. Foto: MSMT

A sexta-feira (21/06) foi toda de festa para cerca de 200 crianças na Obra Social Salesiana Casa Dom Bosco, em Campo Grande. Desde o início da manhã, os colaboradores da sede inspetorial, com apoio dos salesianos, trabalharam para alegrar os atendidos da Casa Dom Bosco com uma grande festa junina.

As opções de diversão para as crianças não faltaram. As filas se formaram nas ‘barracas’ para a cama elástica, pescaria, neuroteste, boca do palhaço, jogo de argolas, além dos jogos de vôlei e futebol. Outra atração foram as comidas típicas de festa junina, com bolos, pipoca, milho cozido, cachorro quente, refrigerante, arroz carreteiro, e diversos tipos de doces.

A festa teve a organização dos colaboradores da sede inspetorial, que se dividiram em dois turnos – matutino e vespertino – para servir as crianças e orientar os jogos. O uniforme tradicional foi trocado pelas camisas e vestidos xadrez, chapéus de palha e botinas. O ecônomo inspetorial, P. Erondi Tamandaré, que viabilizou toda a organização e financiamento da festa, também compareceu na Obra Social Salesiana, vestido a caráter.

O evento desta sexta-feira não vai desmobilizar as atividades programadas para o final de semana, quando também haverá uma festa junina no Oratório Festivo deste sábado. Os salesianos pós-noviços, que organizam o Oratório já têm tudo pronto para a diversão da garotada.

De acordo com o coordenador da Obra Social, Antônio Júlio Desmarest, essas atividades festivas e recreativas são importantes para o processo educativo e pedagógico aplicado na instituição e também para a atuação dos voluntários. “Sempre há espaço para quem quiser ajudar como voluntário. Amanhã mesmo vai ter a festa do oratório. Quem não pôde vir hoje sexta-feira tem a possibilidade de vir no sábado. E se não puder vir no sábado, a gente não para e será sempre bem-vindo”, explicou.