Você está em:    Home      Notícias      Dia a Dia Salesiano      Inspetoria de Campo Grande celebra os 30 anos da visita do Papa São João Paulo II

Inspetoria de Campo Grande celebra os 30 anos da visita do Papa São João Paulo II

19 de outubro de 2021

A Missão Salesiana de Mato Grosso (BCG) comemorou no último sábado, dia 16 de outubro, os 30 anos da visita do Papa João Paulo II, hoje santo, na sede da Inspetoria de Campo Grande (MS). A data foi celebrada com grande júbilo pela comunidade salesiana, que recebeu na Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora, a graça da obtenção de uma relíquia de primeiro grau, com partícula de sangue do Papa São João Paulo II.  

Relíquia ex sanguine de São João Paulo II

No dia 16 de outubro de 1991, exatamente às 19h56, o Santo Padre chegava à sede da Missão Salesiana de Mato Grosso, de acordo com os documentos jornalísticos, cuidadosamente arquivados pelo Padre João Bosco Monteiro Maciel, à época, inspetor da Missão. Nas 23 horas em que esteve na cidade, João Paulo II foi recepcionado por uma multidão de fiéis que aguardavam ansiosos o pontífice, carinhosamente chamado pelos brasileiros de “João de Deus”. 

Corredor com fotos da visita à casa inspetorial

Foto recente do quarto onde São João Paulo II pernoitou na sede da Missão Salesiana

Canonizado pelo Papa Francisco no dia 27 de abril de 2014, Domingo da Divina Misericórdia, o polonês Karol Wojtyla foi lembrado pelo atual pontífice como o “Papa da Família”. Inclusive, em sua vinda, quando presidiu uma missa campal no território da Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora (PNSA), sua homilia foi voltada a temas caros à Igreja, como a constituição da família como um plano de Deus, também chamada igreja doméstica, local importante para o início da vida cristã. Falou sobre a sacralidade do matrimônio e do amor, que é sinônimo de serviço. Foi firme em defender a vida e o casamento indissolúvel, condenando o aborto e o divórcio, na época, realidade frequente aos casais da capital de Mato Grosso do Sul. 

Na celebração jubilar em honra a São João Paulo II, às 6h30 da manhã do dia 17, domingo, Dom Mariano Danecki, bispo auxiliar da Arquidiocese de Campo Grande fez a entrega da relíquia à Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora. Na ocasião, a paróquia também celebrou com outra relíquia, que é o cálice usado pelo santo, e que ele mesmo presenteou a Missão Salesiana de Mato Grosso.

Dom Mariano em celebração eucarística com relíquia de São João Paulo II

Cálice que o Santo Padre presenteou à Missão Salesiana de Mato Grosso

Padre Ricardo Carlos, atual inspetor da Missão Salesiana de Mato Grosso (MSMT), presidiu a missa das 8h, junto ao pároco da PNSA, P. Orozimbo de Paula. Na homilia, declarou a alegria em comemorar este grande dia, em que um santo passou pela sede inspetorial e pela paróquia salesiana, e reafirmou a importância dos temas abordados pelo Papa São João Paulo II há trinta anos atrás. Ao final da celebração, o inspetor fez o descerramento de placa do Memorial a São João Paulo II instalado na matriz, que contém o madeiro do altar onde o santo celebrou a missa campal, outra relíquia para a igreja. 

Madeiro do altar onde o Santo Padre celebrou, uma das relíquias da Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora

Trecho da Homilia do Papa São João Paulo II, quinta-feira, 17 de outubro de 1991:

“Queridos irmãos e irmãs de Campo Grande, de Mato Grosso do Sul e do Brasil, um célebre brasileiro, o escritor Rui Barbosa, deixou-nos esta frase muito significativa: ‘A pátria é a família amplificada, multiplicai a família e tereis a pátria’. Não há quem não veja queridos irmãos e irmãs, que o futuro da igreja está nas famílias cristãs, devidamente preparadas para assumir o papel de condutores da sociedade nacional. Volto a reafirmar aqui, em primeiro lugar, que onde existe uma pastoral esclarecida e eficaz da família, da mesma forma que se torna natural acolher com alegria a vida, será mais fácil ouvir a voz de Deus e mais generosa a resposta de quem a escuta…”

“Hoje é um dia de festa e alegria por estarmos recordando a presença do Papa João Paulo II na nossa inspetoria. Ele escolheu a nossa casa para ficar hospedado, e foi um privilégio para os salesianos da época, que fizeram refeições com ele, rezaram com ele e o acolheram. São João Bosco queria que pudéssemos sempre estar atentos e atender às vontades do Papa. Assim foi quando ele aceitou o pedido do Papa Leão XIII para construir a Basílica do Sagrado Coração de Jesus, quando já estava bastante idoso”, afirma P. Ricardo.  

P. Ricardo Carlos e o pároco celebram em honra ao jubileu da visita de São João Paulo II

O inspetor recordou o carinho que o Papa São João Paulo II tinha para com os jovens, tendo sido o fundador da Jornada Mundial da Juventude, que em sua 33ª edição, no próximo ano de 2023, será realizada em Lisboa, Portugal. “João Paulo II foi o primeiro papa, e agora santo, a pisar em nossas terras. É realmente um privilégio para nós salesianos, para a Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora e para a Igreja de Campo Grande”, completou. 

Padre Orozimbo, pároco da PNSA, esclareceu que a relíquia foi conquistada graças aos esforços de Dom Mariano Danecki. “Nós já tínhamos a relíquia que é o altar [onde São João Paulo II fez a celebração eucarística em 1991], e a Missão Salesiana é detentora de outra relíquia, o cálice que foi usado por ele na missa do dia de aniversário de sua eleição (16 de outubro), rezada na Capela da Missão. Ele rezou e entregou este cálice para os salesianos. (…) No  ano passado, eu havia solicitado ao Dom Mariano, que também é polonês, uma relíquia para esta igreja. E este ano, quando Dom Mariano estava prestes a ir de férias à Polônia, escrevemos uma carta e o entregamos. Ele levou ao cardeal emérito, que foi secretário particular do papa e hoje é responsável pelo Santuário São João Paulo II, em Cracóvia. Nós não sabíamos se, de fato, nos seria concedida uma relíquia, mas fizemos o pedido e nos foi concedido”, declara. 

Relíquia e carta de certificação

P. Orozimbo de Paula concelebrando com Dom Mariano

“Eu me sinto muito feliz, porque aquilo que sonhamos há mais de um ano se torna realidade na celebração destes jubileus. Primeiro, os 50 anos da criação do território paroquial, criado em 1951 (…) E nós estamos muito felizes porque coincide com o jubileu de pérola da visita do Santo Padre, o Papa São João Paulo II, em Campo Grande. Fica a nossa gratidão à Deus e àqueles que nos concederam este momento tão especial e este presente tão importante”, finaliza o pároco. 

A coordenadora paroquial, Sidleny de Almeida Lima, foi a responsável por conduzir a relíquia ao altar, em nome de toda a Paróquia de Nossa Senhora Auxiliadora. Para ela, foi uma honra participar de tamanha graça. “É uma honra, uma benção, uma graça. Como essa relíquia é importante! São João Paulo II fez muito por todos e continua fazendo. Foi lindo e muito divino, literalmente. Nossa comunidade tem muito a agradecer e eu desejo que possamos perseverar na fé e alegria que ele transmitiu a todos em sua vinda”, disse.

Em todas as missas realizadas na PNSA, a bênção final foi dada solenemente com a relíquia ex sanguine, que por intercessão de São João Paulo II abençoou as famílias e jovens presentes. 

Confira abaixo, mais fotos das celebrações em honra a São João Paulo II. 

Comments

comments

Comente!

Contato

  • +55 67 3312 6400
  • Rua Pe João Crippa, 1437
  • CEP 79002-390 - Campo Grande, MS