Início Escola Festas Juninas contagiam comunidade estudantil no Colégio Salesiano Santo Antônio

Festas Juninas contagiam comunidade estudantil no Colégio Salesiano Santo Antônio

35
0
Foto: Reprodução Redes Sociais

Desde a primeira semana deste mês de junho, professores, alunos e corpo técnico do Colégio Salesiano Santo Antônio, em Cuiabá (MT), entraram no clima das festas juninas. E não poderia ser diferente, afinal o padroeiro da escola, Santo Antônio, é um dos festejados deste mês.

A festa propriamente dita aconteceu no último sábado (08/06), mas a preparação para o grande evento começou bem antes. Professores vestidos a caráter em sala de aula e ensaiando os passos das quadrilhas no pátio fizeram a alegria dos alunos por uma semana seguida.

As apresentações, comidas típicas, jogos e brincadeiras que aconteceram no sábado de festa, junto com a decoração colorida, deram um toque especial à comemoração dos santos do mês de junho no ambiente salesiano.

As festas juninas têm suas origens em celebrações pagãs anteriores ao cristianismo, mas foram amplamente influenciadas e difundidas pela Igreja Católica.

Cultos Agrícolas —  As raízes das festa juninas estão em antigas festividades pagãs que celebravam o solstício de verão no hemisfério norte, época em que se pedia por boas colheitas e se agradecia pelas bênçãos recebidas. Essas celebrações eram comuns entre diferentes povos da Europa, como os celtas e germânicos.

Influência da Igreja Católica — Com a expansão do cristianismo, muitas dessas festividades pagãs foram incorporadas ao calendário cristão. As festas juninas passaram a ser associadas a santos católicos importantes, como São João Batista (24 de junho), Santo Antônio (13 de junho) e São Pedro (29 de junho).

Tradição em Portugal — Em Portugal, as festas juninas são chamadas de “Festas Joaninas” devido à importância de São João Batista. As celebrações incluíam fogueiras, danças e comidas típicas, elementos que foram trazidos para o Brasil pelos colonizadores portugueses. Das terras lusitanas também vieram as devoções a dois santos importantes para o povo cuiabano. São Gonçalo e Santo Antônio.