Você está em:    Home      Notícias      Dia a Dia Salesiano      Experiência de voluntariado salesiano encanta jovens em Corumbá

Experiência de voluntariado salesiano encanta jovens em Corumbá

21 de julho de 2021

O voluntariado é uma das melhores opções de vivenciar o carisma salesiano no “pátio”, passados quase 200 anos das primeiras experiências nos Oratórios de Valdocco. Dom Bosco soube cativar sacerdotes e leigos para a missão com os jovens através dessa experiência dando, assim, continuidade ao trabalho iniciado com aquela “Ave-Maria” ao lado de Bartolomeu Garelli.

Em Corumbá (MS), a Colônia de Férias da Cidade Dom Bosco – obra Salesiana que completou 60 anos neste ano –, acolheu 15 jovens para esta ação. Todos são atendidos da mesma casa salesiana no período vespertino e têm idades entre 15 a 18 anos.

O Voluntariado Salesiano na região pantaneira de Mato Grosso do Sul acontece todos os anos, houve, porém, uma crescente participação dos próprios jovens da instituição a partir de 2019, quando passaram a atuar nas atividades como a Colônia de Férias.

Mesmo em tempos de pandemia e seguindo todos os protocolos de biossegurança, não faltou disposição, coragem e ânimo para repassar mensagens de esperança para as crianças de 6 a 12 anos do período matutino do PCAF. Ao todo, seis oficinas tinham o acompanhamento de pelo menos 2 voluntários enquanto os demais atuavam nos corredores e no registro fotográfico.

Testemunho dos jovens:

Samira Gabriela (18) – “A minha experiência como voluntária foi incrível, é algo que é inexplicável, o carinho das crianças, a responsabilidade de cuidar delas, a energia que elas têm é algo que não é pra qualquer um não, então eu sou muito mais feliz e grata por ter feito parte dessa equipe da colônia de férias. E eu vou levar essa experiência pra vida toda, foi um aprendizado pra mim” .

Leonardo Damasceno (17) – “Eu gostei bastante e foi uma experiência incrível. Pude ver como é a vida de um educador, o quanto é desafiador acompanhar mais de 5 crianças. Fiquei sabendo do Voluntariado Salesiano através dos educadores do PCAF” .

Giselle Duarte (16) – “A minha experiência foi muito boa, pois, como pretendo fazer pedagogia quando me formar do ensino médio, uma das educadoras me orientou a participar como voluntária na colônia, já que fui também nas Gincanas Mariana e Junina” .

Emilly Neves (16) – “Foi uma experiência muito boa, você interagir com crianças, aprende coisas novas. E através da minha experiência de outras atividades como voluntária, sou uma das representantes da Cidade Dom Bosco no Conselho Local da AJS em Corumbá” .

João Benedito (16) – “Eu aprendi muitas coisas novas, tive responsabilidade em estar cedo arrumando as atividades das crianças e vi que devemos sempre estar ajudando o próximo. Foi através de uma educadora do PCAF que conheci o voluntariado” .

Voluntariado Salesiano como crescimento na vida pessoal e profissional dos jovens.

Para Karen Silva Simões, responsável do Programa Crianças e Adolescentes Felizes, o trabalho voluntário foi positivo dentro da Cidade Dom Bosco. “O Voluntariado Salesiano iniciou de forma tímida durante a Gincana Mariana, porém encontrou força nos adolescentes e jovens que entenderam o carisma de doação e do Sistema Preventivo nas atividades realizadas no Programa Crianças e Adolescentes Felizes. Após participarem da Colônia de Férias, na primeira semana de julho, 15 educandos assumiram o compromisso de auxiliar os educadores nas atividades com as crianças, aprendendo a rotina de trabalho, planejamento, preparação de atividades e, principalmente, enfrentar desafios que surgem na vida. Através dessa experiência, é possível perceber que os jovens estão focados em viver novas aventuras e de se sentirem úteis, importantes, amados e o ambiente Salesiano traz um refúgio aos anseios de serem protagonistas de suas próprias histórias”, afirmou

De acordo com o Coordenador da Cidade Dom Bosco, Fernando Henrique Melgar, o voluntariado salesiano agrega valores na vida dos atendidos. “Penso que essa experiência de voluntariado salesiano, vivida na colônia de férias, prepara o olhar do adolescente sobre as pessoas e sobre a vida, pois aprende na prática o que é solidariedade e amor ao próximo. O adolescente também aprende outras virtudes como: doar seu tempo em benefício da outra pessoa, sem esperar nada em troca; compreende o significado de pertencimento, que é saber valorizar os seus colegas de grupo e de obra social; o respeito sobre o valor e diferenças do outro; paciência com o próximo, cada um tem suas mazelas e escuridões; e compreende a ideia de grupo, somos todos filhos de Dom Bosco e Nossa Senhora Auxiliadora. Por isso, precisamos cuidar e amar o outro como se hoje fosse o último dia”.

As ações não param. Ainda haverá diversas atividades até o fim de 2020. Agora, ‘experientes’ na missão, os jovens que realizaram a experiência do voluntariado vão repassar tudo o que vivenciaram na colônia para outros colegas que não puderam participar e assim, fortalecer vínculos e parceria com a juventude salesiana da Cidade Dom Bosco.

 

ROMÁRIO CORRÊA RAMOS

Setor de Comunicação da Cidade Dom Bosco

Comments

comments

Comente!

Contato

  • +55 67 3312 6400
  • Rua Pe João Crippa, 1437
  • CEP 79002-390 - Campo Grande, MS