Início Comunicação Social Comunidade salesiana BCG celebra com alegria o Neo-diácono Denilson Bezerra

Comunidade salesiana BCG celebra com alegria o Neo-diácono Denilson Bezerra

68
0

“O sentimento nunca é de arrependimento… É sempre de muita gratidão por todo o caminho que fiz até aqui. (…) Meu Deus, Senhor Jesus, obrigado por ter me chamado. Aqui eu sou feliz, aqui eu me realizo como pessoa”. São palavras do salesiano Denilson Bezerra, de 29 anos, que foi ordenado diácono na manhã do último sábado, dia 20 de novembro, na capela do Instituto Teológico Pio XI, em São Paulo. 

A cerimônia foi íntima, reuniu familiares e amigos mais próximos, além dos salesianos de diversas inspetorias do Brasil. Nosso inspetor, Padre Ricardo Carlos, esteve presente e concelebrou com os demais sacerdotes. Denilson recebeu do inspetor a veste dalmática diaconal, paramento de uso próprio dos diáconos da Igreja. Na cerimônia, o sentimento de gratidão e oração constante pelos novos diáconos era visível, haviam familiares e salesianos emocionados vendo os jovens darem, mais uma vez, o seu sim. 

Denilson Bezerra Ferreira, é estudante do terceiro ano de Teologia, na formação salesiana da presença de São Paulo. Foi ordenado diácono da Igreja, pela imposição das mãos de Dom Hilário Moser, SDB, bispo emérito de Tubarão (SC). Junto com ele, foram ordenados outros sete rapazes, das inspetorias de Recife (BRE), de Porto Alegre (BPA), Belo Horizonte (BBH), de Manaus (BMA) e de São Paulo (BSP). “A mim o fizestes”, do livro de Mateus, foi o lema escolhido pelos neo-diáconos para a ordenação. 

“Seu primeiro serviço consiste em servir a Palavra. Eis a razão pela qual, no rito da ordenação diaconal, o bispo entrega em suas mãos o livro da Palavra de Deus [evangeliário]. Servo da Palavra! O diácono deve procurar conhecê-la, meditá-la, traduzi-la em gestos concretos, para poder anunciá-las aos outros, mais pelo testemunho da própria vida, do que com suas próprias palavras”, disse Dom Hilário Moser na bonita e encorajadora homilia feita aos novos eleitos.  

O jovem Denilson aspirou o ministério sacerdotal da Ordem motivado pela imagem de seu pároco, e também dos jovens pós-noviços salesianos que conheceu num encontro de acólitos e coroinhas. “Em 2008, eu participei de um encontro de coroinhas e acólitos na Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora, no Paulo VI. Aí conheci os salesianos, na época pós-noviços, que hoje já são padres, como o Padre Douglas Chrystiano, Padre João Vitor Ortiz e os demais presentes naquele encontro. Eu me senti interessado em conhecer, mal eu sabia que em menos de quatro meses eu estaria entrando para a congregação. Foi muito rápido o processo, conheci os pós-noviços, fiz encontro vocacional aos finais de semana, isso em agosto de 2008, e quando foi janeiro de 2009, eu entrei para o aspirantado na Lagoa da Cruz [Instituto São Vicente]”, conta. 

Ao relembrar sua trajetória vocacional, Denilson sempre fala de processos e da gratidão que sente. Ele recorda as dúvidas e incômodos que sentiu quando foi chamado por Deus para experimentar o caminho de discernimento vocacional. 

Diante de toda a trajetória de discernimento e formação vocacional, em entrevista, ele relembrou momentos que marcaram sua caminhada. Recorda dos momentos com os jovens, onde pôde concretizar o carisma salesiano e o amor aos jovens. Conta que aprendeu que ser salesiano é tentar ser como Dom Bosco, para os outros. 

“Um momento que me marcou foi quando eu emiti os primeiros votos como religioso consagrado, como salesiano, ao término do noviciado, dia 24 de janeiro de 2014. Ali eu professei os votos de pobreza, castidade e obediência. Não nos sentimos dignos de abraçar a vontade de Deus e o projeto dEle, que é grandioso para a nossa história. (…) Mas Deus em sua infinita bondade e misericórdia, diz: ‘Você é meu filho amado, minha filha amada, e Eu te escolhi para essa missão’. O noviciado foi para mim um ano de muita descoberta como pessoa. Eu queria ser padre, mas no noviciado eu descobri que a minha vocação, de fato, é ser salesiano, disse.     

Denilson concluirá os estudos no fim do ano de 2022. Após essa etapa, será o momento tão esperado da Ordenação Presbiteral, onde será eleito sacerdote, tornando-se in persona Christi, ou seja, alguém que serve “na pessoa de Cristo”, alguém que O traz à terra por mãos consagradas e eleitas. 

Para assistir a entrevista com o neo-diácono feita durante a preparação para a ordenação, acesse: https://www.youtube.com/watch?v=3LzRR-tBvY8

Acompanhe a gravação da cerimônia de Ordenação Diaconal pelo link: https://www.facebook.com/acordar.patiovirtual/videos/572901237111486