Você está em:    Home      Notícias      Dia a Dia Salesiano      Violência doméstica é tema de live da Medicina do Unisalesiano Araçatuba

Violência doméstica é tema de live da Medicina do Unisalesiano Araçatuba

7 de julho de 2020

curso de Medicina do UniSALESIANO, por meio das Ligas de Psiquiatria “Nise da Silveira”, e de Ginecologia e Obstetrícia “Dr. Creso Machado Pinto”, promoveu a videoconferência “Violência Doméstica – Um Problema de Saúde Pública”, com profissionais renomadas da área.

A live atingiu mais de 600 inscritos e chegou a 1.200 visualizações no dia em que foi ao ar.

De acordo com as presidentes das Ligas, as alunas Camila Matarazzo (Psiquiatria) e Gabriela Teixeira Gonçalves (Ginecologia e Obstetrícia) – ambas do 3º termo do curso de Medicina – a videoconferência teve o objetivo de abordar diversos tipos de violência, as metodologias práticas do sistema de saúde na abordagem à vítima, e as questões legais relacionadas a esse tipo de crime.

Para enriquecer os temas, foram convidadas três mulheres e profissionais estimadas em suas profissões: a advogada e especialista na Lei Maria da Penha, Chis Oliveira, a enfermeira, professora do curso de Medicina do UniSALESIANO e articuladora da Saúde da Mulher na região de Araçatuba, Lucila Bistaffa; e a psicóloga Priscila D’Auria, que atua no CRAVI (Centro de Referência de Apoio à Vítima) da capital paulista.

Todas elas representaram a necessidade de se ter um atendimento multidisciplinar à vítima de violência doméstica. “Esse é um tema de grande importância, pois a necessidade de isolamento social, devido à pandemia da Covid-19, faz com que as vítimas fiquem mais vulneráveis, uma vez que estão 24 horas em contato com seus agressores”, definiu a aluna Camila.

Já a acadêmica Gabriela ressaltou que o evento ganhou grandes proporções pelo público alcançado, um resultado que alegrou os envolvidos. “O nosso intuito primordial foi o de disseminar o conhecimento e a informação, possibilitando um maior debate sobre o assunto e ampliando a capacidade de enfrentamento pelas vítimas e pela sociedade desse problema tão complexo”, disse.

Por fim, a docente Lucila Bistaffa parabenizou os alunos pela organização do evento, pela extensão que teve em relação à participação das pessoas, com acesso ainda a certificados, e também ao desenvolvimento da abordagem do tema. “As palestras foram pensadas para aproximar a população do conhecimento necessário neste momento tão difícil”, concluiu.

Os interessados no assunto podem acessar a videoconferência pelo link abaixo

Monique Bueno
Jornalista

Comments

comments

Comente!

Contato

  • +55 67 3312 6400
  • Rua Pe João Crippa, 1437
  • CEP 79002-390 - Campo Grande, MS