Você está em:    Home      Notícias      Dia a Dia Salesiano      UniSALESIANO realiza 2ª Conferência de Medicina e 1º Simpósio de Pneumologia e Cirurgia Torácica

UniSALESIANO realiza 2ª Conferência de Medicina e 1º Simpósio de Pneumologia e Cirurgia Torácica

19 de setembro de 2019

Patologista mais influente do mundo ministrou primeira palestra do evento

Na solenidade de abertura da 2ª Conferência de Medicina “Multidisciplinaridade e Convergência” e do 1º Simpósio de Pneumologia e Cirurgia Torácica, o Reitor do UniSALESIANO, Pe. Luigi Favero, referiu-se ao filósofo Platão e comparou a programação do evento a um “banquete de sabedoria” para os alunos da Instituição e todos os participantes.

“A programação parece um menu de um banquete. Há 2.500 anos, Platão escreveu um livro, chamado ‘Banquete’. Podemos dizer que a Conferência, o Simpósio, é um banquete de sabedoria. E aqui, um banquete de juventude, de gente sábia, que são os professores, e também o entusiasmo, a beleza e inteligência dos nossos alunos”, disse.

Pe. Luigi lembrou ainda a parábola do Bom Samaritano, no Evangelho de São Lucas, que era médico. “Essa parábola, podemos dizer, é o paradigma do médico e de todos aqueles que querem cuidar da saúde. É a parábola mais bonita no sentido humano e cristão”, completou.

Após ler a parábola do Bom Samaritano, o reitor aconselhou aos futuros médicos que: “o que importa, realmente, é o médico perceber de que o outro precisa”. E acrescentou: “Nunca podemos perder a sensibilidade por aquele que sofre. Um sorriso e uma palavra têm força muito grande”.

FORMAÇÃO – coordenador do curso de Medicina do UniSALESIANO, Doutor Antônio Henrique Poletto, destacou que o encontro tem o objetivo de dar oportunidade aos participantes de assistirem aulas, refletir, aprender e esclarecer dúvidas sobre temas importantes para a prática e formação médica.

Já o docente do curso de Medicina, o patologista José Cândido C. Xavier Júnior, informou ao público sobre a notoriedade do palestrante da noite: Doutor Manuel Sobrinho-Simõesmédico português eleito em 2016 o patologista mais influente do mundo.

“É um grande incentivador da patologia brasileira, tendo recebido em seu serviço diversos residentes para estágio e pós-graduação. Tem mais de 300 artigos publicados em revistas indexadas e é reconhecido em todos os continentes como um patologista de excelência”, definiu.

PALESTRA – Na palestra – “Importância do estudo da patologia para a formação médica: Como otimizar a patologia cirúrgica nos dias de hoje e de amanhã”, o médico português afirmou que a patologia é fundamental porque é o estudo das doenças e os alunos só serão médicos se puderem fazer o estudo das causas e das consequências das doenças. Já a patologia cirúrgica é utilizada para tratamentos de doenças como as neoplasias (tumores).

“Mesmo na patologia cirúrgica, o médico tem que colaborar, relacionar e comunicar. A solução passa sempre pela relação médico-doente”, disse.

Em relação ao câncer, que é o tumor maligno, Sobrinho-Simões explicou que suas células são quase imortais e não respeitam fronteiras. “O câncer é um organismo vivo, vem de dentro de nós. Não há nada mais parecido conosco do que nossos cânceres. Por isso é tão difícil tratar”, salientou.

Portanto, o médico aconselhou que a solução é pensar na prevenção. “A patologia cirúrgica do amanhã começa na prevenção”, acrescentou. Em seguida, vem o diagnóstico precoce, onde também entra a patologia cirúrgica. E, por fim, os tratamentos de casos avançados.

Monique Bueno
Jornalista

Comments

comments

Comente!

Contato

  • +55 67 3312 6400
  • Rua Pe João Crippa, 1437
  • CEP 79002-390 - Campo Grande, MS