Você está em:    Home      Notícias      Dia a Dia Salesiano      Oito benefícios de orar com o seu cônjuge

Oito benefícios de orar com o seu cônjuge

12 de junho de 2018

Quando eu estava na faculdade havia uma garota que eu realmente não gostava. Toda vez que eu a via, era uma situação desagradável, pois por motivo nenhum tínhamos a intenção de ser no mínimo trocar olhares. Eu finalmente disse a uma amiga que estava cansado disso e queria que essa situação desagradável mudasse. Ela recomendou que eu orasse pela garota. Eu tenho que admitir que eu oro muito hoje em dia, mas naquela época o pensamento de orar por alguém, especialmente alguém de quem eu não gostava, era absurdo. Mas eu decidi tentar, quer dizer, não é como se fosse piorar a situação. Eu estava esperando que minhas orações a mudassem, mas o que eu descobri é que eu comecei a mudar. Quanto mais eu rezava por ela, mais paciência e empatia eu tinha por ela. Nosso relacionamento mudou completamente e nos tornamos grandes amigos. Se orar pode transformar inimigos em amigos, imagine o que pode fazer por um casamento.

Aqui estão algumas estatísticas chocantes: enquanto 50% dos primeiros casamentos terminam em divórcio, e 78% dos segundos casamentos terminam em divórcio, menos de 1% dos casais que rezam juntos diariamente acabam com seus casamentos. A oração pelos casais é poderosa, e aqui estão 8 maneiras de beneficiar o casamento.

1.      A oração mantém você humilde diante de Deus e de seu cônjuge

O ato de orar – de mãos dadas, quieto, focado, de joelhos, com as cabeças inclinadas, nos mantém em uma posição de abertura e humildade. Estamos engajados em um ato de adoração. Estamos mostrando nossa reverência por Deus e uns pelos outros. É difícil ser crítico e argumentativo quando você está nessa posição.

2. A oração remove você de continuar o ciclo de ferir um ao outro

Mais uma vez, quando você é humilde em sua posição de oração, seu coração se abre para a compreensão, em vez de acusá-lo.

3. A oração libera suas mágoas mais profundas

Orar em voz alta dá a sua voz mais profundidade, potencia. Quando você dá às suas emoções uma voz e um nome, elas se tornam válidas. Quando seus sentimentos são validados e compreendidos por um Deus que ama você, então você está no caminho do perdão. Por favor, note que se o seu cônjuge é o ofensor que precisa ser perdoado, então suas “feridas” orações são apenas para os ouvidos de Deus, não para seu cônjuge.

4. A oração nos une

Segurar as mãos da sua esposa é um retrato físico da unidade. Orar com seu cônjuge provê unidade espiritual através de Deus. A unidade física e a unidade espiritual são laços que se ligam e não são facilmente quebrados.

5. A oração gera apreciação

Quando você ora em agradecimento a Deus pelas bênçãos em sua vida, seu cônjuge (não importa o quão frustrado você esteja com ele) acabará entrando na lista. Quando você mostrar seu apreço por ele, ele mostrará para você, e você começará a criar uma lista de “amores” em vez de “aborrecimentos”.

6. A oração é um convite para mudar

Quando você está humilde, seu coração está aberto para mudar e crescer. Você tem uma vontade renovada de trabalhar para ficar junto.

7. A oração remove o egoísmo

Suas orações podem ser inicialmente sobre você, mas uma vez que você ouve sua própria voz suplicando ao Criador do Universo (que quando preenche o seu coração), você rapidamente vê quão indigno você é para recebê-lo. Seus corações começam a se alinhar com as promessas e planos de Deus para você. Imediatamente suas orações (o seu e o do seu cônjuge) se desviarão de suas próprias injustiças e desejos para alguém em sua vida que tenha necessidades reais.

8. A oração lhe dá esperança

Quando seus corações como um casal estão em união com a boa e perfeita vontade de Deus, suas orações sempre serão respondidas. Independentemente de você realmente conseguir o que você orou.

 

Colaboração de José Gomes

 

 

 

Comments

comments

Comente!

Contato

  • +55 67 3312 6400
  • Rua Pe João Crippa, 1437
  • CEP 79002-390 - Campo Grande, MS