Você está em:    Home      Notícias      Dia a Dia Salesiano      “Não eu, mas Deus”. Rumo à beatificação de Carlo Acutis

“Não eu, mas Deus”. Rumo à beatificação de Carlo Acutis

9 de outubro de 2020

Amanhã, 10 de outubro, será realizada, em Assis, a cerimônia de beatificação do jovem Carlo Acutis, presidida pelo Cardeal Agostino Vallini. Este jovem, cuja vida foi breve e intensa, e foi indicado pelo Papa, em sua Exortação Apostólica ‘Christus Vivit’, como modelo para os jovens e proposto, por muitos, como “Patrono da Internet”, por seus conhecimentos de Informática, tem grupos de oração em seu nome em todo o mundo. Muitos catequistas, educadores, e mesmo sacerdotes, são fascinados pela vida deste jovem.

Ana Alice, de São Caetano do Sul (Brasil); Liliana, de Córdoba (Espanha) e Isaura, de Salamina (Colômbia), são apenas algumas das dezenas de pessoas que, na tarde do dia 5 de outubro, se conectaram online, de diversos países do mundo, para participar de um encontro sobre “testemunhos, itinerário e passos do jovem Acutis”. “Desde pequeno, ele sempre atraiu as pessoas de maneira espontânea”, conta a mãe, Antonia Salzano.

Carlo Acutis veio de uma família importante, habituada ao conforto. Suas avós eram nobres e ele estava acostumado a frequentar belas casas e lugares lindos. Mesmo assim, era de uma simplicidade extrema. “Dois pares de sapatos eram demais para ele. Era preciso ajudar os pobres; ele queria economizar para ajudar a todos. Carlo considerava inútil ter tantas coisas; era uma pessoa essencial. Por isso amava São Francisco”, conta a mãe.

O vínculo com Assis se consolidou ainda mais depois de sua morte. Transferido para o Santuário da Espoliação em 2016, o jovem será beatificado na cidade de São Francisco. E seu corpo, ainda intacto, será exposto à veneração até o próximo dia 17 de outubro.

Nascido em 1991 em Londres, onde seus pais se encontravam para trabalho, Carlo faleceu no dia 12 de outubro de 2006, em Monza (Itália), vítima de leucemia fulminante, doença que enfrentou com serenidade, oferecendo seu sofrimento pelo Papa e pela Igreja.

Desde cedo, o jovem foi marcado por uma profunda piedade. Aos sete anos fez a Primeira Comunhão, graças a uma autorização especial. Já adolescente, frequentava a missa e rezava o terço todos os dias. Assim, desenvolveu um amor vivo pelos santos e pela Eucaristia. Rico de talentos humanos, Carlo gostava de praticar esportes e de informática. Na adolescência, criou uma exposição digital sobre milagres eucarísticos, que ainda se pode encontrar na internet. Cresceu num bairro multiétnico e fazia amizade com hindus, budistas e muçulmanos. Deles, assim como de seus colegas de classe, nunca escondeu sua escolha de Fé.

Alguns de seus lemas são conhecidos e significativos: “Não eu, mas Deus”, “Todos nascemos originais, muitos morrem como fotocópias”. “A Eucaristia é meu caminho para o céu.” “Se as pessoas entendessem a importância da Eucaristia, as igrejas estariam tão lotadas que nelas não se poderia entrar”.

Por: ANS Roma

Comments

comments

Comente!

Contato

  • +55 67 3312 6400
  • Rua Pe João Crippa, 1437
  • CEP 79002-390 - Campo Grande, MS