Você está em:    Home      Notícias      Em destaque      Idenilson recebe a ordenação diaconal no Alto da Lapa

Idenilson recebe a ordenação diaconal no Alto da Lapa

18 de fevereiro de 2019

“Hoje é o dia mais feliz da minha vida, o Senhor me instituiu ministro seu para ser sinal e portador do seu amor aos jovens, os pobres, os abandonados, aqueles que mais necessitam da presença de Deus em suas vidas. Diante desta celebração tão bonita eu pedi a Deus que me dê o dom de ser sempre fiel aos propósitos que hoje vem diante do altar do Senhor. Agradeço aos Salesianos que durante esses dez anos me formaram, não mediram esforços para que eu pudesse hoje estar aqui feliz, realizando os sonhos de Deus na minha vida. Obrigado aos meus formadores, ao Inspetor, Vice-Inspetor, Delegado da Pastoral Vocacional, Ecônomo, à Família Salesiana e a todos que me acompanharam e fizerem deste momento tão especial”. 

Assim descreveu o Salesiano Idenilson Lemes da Conceição, que recebeu, junto a outros seis teólogos das Inspetorias Salesianas do Brasil, a Ordenação Diaconal pela imposição das mãos e orações do bispo Dom Eduardo Pinheiro da Silva. A cerimônia foi presidida neste sábado, 16 de fevereiro, na Paróquia São João Bosco – no Alto da Lapa (SP), com a presença do Conselheiro Geral da Congregação Salesiana, Pe. Natale Vitali, do Inspetor de Campo Grande, Pe. Gildásio Mendes, dos Inspetores do Brasil, familiares dos novos diáconos e membros da Família Salesiana.

“Nós amamos porque Ele nos amou primeiro” (1Jo 4,19), esse foi o lema de ordenação escolhido pelos futuros diáconos e expressa o serviço que eles são chamados a exercer na comunidade eclesial  como uma das dimensões do amor. “Quem ama necessariamente serve, pois o amor só se concretiza quando é vivenciado em práticas a favor dos irmãos. Deus é amor. Sendo assim, amar significa transformar as nossas relações em divinas. Amar é divinizar o mundo“, explicou o vocacionado. 

História vocacional

Salesiano da Inspetoria de Campo Grande, Idenilson Lemes da Conceição irá completar 33 anos, ele é natural de Cuiabá (MT) e estudou no Colégio Militar, no qual teve o contato com a Capelania do local. 

Com doze anos, recebeu pela primeira vez o sacramento da Eucaristia, na Comunidade de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, cujo pároco era o Pe. Luilson Pouso, aquele que posteriormente se tornou seu padrinho de Crisma, como também quem o auxiliou no processo de discernimento vocacional.

Nesse período participou da Associação Pontifícia Arautos do Evangelho, onde aprendeu a cultivar um profundo amor à Santa Virgem Mãe de Deus, mais tarde com o título de Auxiliadora. Por intermédio de seu padrinho teve contato com os salesianos do Colégio São Gonçalo de Cuiabá, onde residia o salesiano Pe. Firmo Pinto Duarte. O diretor de então, Pe. Wagner Galvão, convidou-o para trabalhar no colégio como auxiliar de pastoral. No período de quatro anos, viveu de forma intensa a Espiritualidade Salesiana. Neste ínterim, trabalhava e estudava, cursando a faculdade de pedagogia, na Universidade de Cuiabá, ao fim do curso decidiu iniciar seu processo formativo salesiano. 

Em Campo Grande, no Instituto São Vicente, fez o pré-noviciado. No fim deste ano decidiu pedir para fazer uma experiência missionária; foi enviado à Comunidade Salesiana da Aldeia Sagrado Coração de Jesus de Meruri, da etnia Bororo. Com o Pe. Augusto Kian, mestre de noviços, trilhou o caminho espiritual de configuração a Jesus Cristo no estilo de Dom Bosco, depois deste período lapidar, recebeu como “dom” a profissão salesiana temporária em Indápolis (MS).

Na Universidade Católica Dom Bosco cursou a faculdade de filosofia, bem como, na faculdade de Cuiabá, concluiu a especialização em psicopedagogia. No primeiro ano de tirocínio, foi enviado às Comunidades Salesianas de Meruri e São Marcos, onde foi assistente, exercendo os encargos de coordenador de pastoral junto aos índios Bororos, e professor dos índios Xavantes. No segundo ano de tirocínio, auxiliou na formação dos pré-noviços; no fim de sua vivência educativo-pastoral, ingressou no Instituto Teológico Pio XI em São Paulo (SP) para realizar a formação específica ao sacerdócio. 

O vocacionado salesiano fez a sua Profissão Perpétua Salesiana no dia 14 de dezembro de 2017 como culminância do processo inicial formativo de dez anos.


Fotos

 

Comments

comments

Departamento de Comunicação e Marketing da Missão Salesiana de Mato Grosso.
www.misssaosalesiana.org.br

Comente!

Contato

  • +55 67 3312 6400
  • Rua Pe João Crippa, 1437
  • CEP 79002-390 - Campo Grande, MS