Você está em:    Home      Notícias      Dia a Dia Salesiano      Cuidado com a saúde mental: UCDB cria grupo de apoio para dar suporte à comunidade educativa durante o isolamento

Cuidado com a saúde mental: UCDB cria grupo de apoio para dar suporte à comunidade educativa durante o isolamento

8 de abril de 2020

Solidão, tédio e angústia. Sentimentos como esses podem vir à tona durante o período de isolamento adotado como forma de prevenção ao novo coronavírus. Permanecer em casa é necessário para evitar o contágio da Covid-19, mas pode ter como efeito colateral o adoecimento mental. Por isso, a Universidade Católica Dom Bosco (UCDB) criou um mecanismo para dar suporte à comunidade educativa: o Grupo de Trabalho em Saúde Mental.

“A preocupação existe porque a gente sabe que o contexto de uma pandemia pode causar sofrimento, a literatura indica isso, então a UCDB não esperou o problema surgir e tomou a inciativa de criar uma ferramenta para que professores, acadêmicos e técnicos administrativos possam receber apoio durante o isolamento. É um trabalho de prevenção”, esclareceu o Pró-Reitor de Desenvolvimento Institucional da Católica, Dr. Gillianno Mazzetto.

Junto com Gillianno, que é filósofo e doutor na área de psicologia, outros quatro profissionais compõem a equipe de apoio: Me. Ana Carolina Perroni, gestora da área de Desenvolvimento Humano da UCDB; Dra. Lucy Nunes Ratier, coordenadora do setor de Atenção à Saúde Acadêmica (ASA); e dois professores vinculados ao Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Psicologia da Universidade — Dra. Liliana Guimarães, coordenadora do Laboratório de Saúde Mental e Qualidade de Vida no Trabalho, e Dr. Márcio Luís Costa, coordenador do Laboratório Ética e Cuidado.

Todos os envolvidos estão disponíveis para a escuta solidária. “É um mecanismo que a gente encontrou para oferecer suporte para as pessoas que quiserem conversar. Queremos criar um espaço de diálogo, então disponibilizamos o email smentalcovid-19@ucdb.br para que os interessados entrem em contato conosco. A partir disso, as demandas serão distribuídas entre os profissionais. Dependendo da necessidade, esse suporte vai poder ser feito individualmente ou em grupo, por meio de aplicativos como o Whatsapp. Além disso, caso a pessoa precise receber atendimento psicológico, faremos o encaminhamento”, esclareceu Gillianno.

No caso do apoio de forma coletiva, um exemplo é o trabalho desenvolvido com os gestores das áreas da Católica. Foi criado pelo departamento de Desenvolvimento Humano da Universidade um grupo de Whatsapp voltado para os líderes para que eles pudessem compartilhar possíveis dificuldades e esclarecer dúvidas. “Os gestores são fundamentais para que as equipes se mantenham ativas e muitos gostariam de receber orientações de como proceder. Tivemos um retorno muito positivo pela criação desse canal de diálogo”, expôs Ana Carolina.

Dicas de para manter a saúde mental na quarentena

Além da escuta solidária, o Grupo de Trabalho em Saúde mental da UCDB também desenvolve materiais informativos com dicas a respeito de como se manter saudável no período de isolamento, por exemplo, entrar contato com amigos e familiares, estabelecer uma rotina que inclua atividades físicas e determinar momentos para o lazer. As artes são divulgadas por meio dos canais de comunicação interna e pelas redes sociais da Católica (Instagram e Facebook).

De acordo com Ana Carolina, a ideia é fazer com que cada um compreenda a necessidade de adotar cuidados consigo mesmo. “Além de cuidar da saúde física com alimentação e exercícios, é preciso cuidar da mente, porque esse tipo de adoecimento também pode fazer parte do processo de isolamento. As pessoas precisam ter consciência de disso e entender que não é problema se sentir angustiado e precisar conversar, falar sobre o assunto é uma medida preventiva”, pontuou a coordenadora da Área de Desenvolvimento Humano da UCDB.

Fonte: UCDB

Comments

comments

Comente!

Contato

  • +55 67 3312 6400
  • Rua Pe João Crippa, 1437
  • CEP 79002-390 - Campo Grande, MS